“Os Simpsons” realmente fizeram uma paródia sobre um vírus fictício, mas uma das imagens foi manipulada e não é de 1993

Copyright AFP 2017-2020. All rights reserved.

Publicações que circulam nas redes sociais afirmam que em 1993 a série de animação “Os Simpsons” previu o surto do novo coronavírus. No entanto, o conteúdo viralizado inclui três imagens de um episódio exibido naquele ano sobre um vírus fictício de origem japonesa, e uma quarta, de outro episódio, transmitido em 2010, que foi manipulado digitalmente para mostrar o cartaz escrito “corona virus”.

“Simpsons definitivamente me assusta”, “Os Simpsons também previram o Coranavírus em 1993…” e “Os Simpsons previram o #coronavirus Temporada 4, episódio 2. 1993”, são algumas das legendas que acompanham as imagens em sites e publicações no Facebook (1), Twitter (1) e  Instagram (1, 2), encontradas ao menos desde 5 de fevereiro de 2020. Uma das postagens diverge, inclusive, de qual episódio se trata a “previsão”: “Trata-se do episódio 21 da quarta temporada, intitulado ‘Marge in Chains’”.

Captura de tela feita em 3 de março de 2020 no Instagram

Uma das imagens mostra o personagem do jornalista Kent Brockman como se estivesse narrando uma notícia sobre o coronavírus, em referência ao surto que teve início no final de 2019 e surgiu na cidade chinesa de Wuhan.

Afirmações semelhantes aparecem também em inglês, espanhol, turco e árabe.

Alguns usuários, por sua vez, comentaram nas postagens: “coronavirus ja existe mas anos esse só é um outro tipo de coronavirus eles n previram nada [sic], “Gnt,esse vírus já existia por isso o nome agr é novo corona vírus [sic] e “Já assisti esse episódio e parte da tv que tá escrito é corona vírus é falso kkk, o resto é verdade [sic].

Dois episódios, 17 anos de diferença

As imagens de funcionários tossindo dentro de uma caixa de papelão, e de Homer e do diretor Seymour Skinner rodeados por uma nuvem da doença, correspondem ao episódio 21 da quarta temporada, intitulado “Marge in Chains”.

Exibido em maio de 1993, este episódio não fazia referência a um coronavírus, mas à fictícia “gripe de Osaka”, doença respiratória de origem japonesa e que foi levada a Springfield por meio de pacotes enviados pelo correio.

O fotograma em que o jornalista Brockman supostamente anuncia o coronavírus foi, na realidade, digitalmente manipulado.

Ao buscar as palavras “Apocalypse Meow”, que aparecem ao lado do personagem, foi possível constatar que a imagem corresponde ao sexto episódio da 22ª temporada, intitulado “The Fool Monty”, exibido pela primeira vez em 21 de novembro de 2010.

Neste episódio é mostrado um conclave secreto de impérios dos meios de comunicação dos Estados Unidos para criar a “próxima crise falsa”, e é nesse momento que os personagens optam pelo “tradicional susto de saúde pública” com uma nova doença, pela qual responsabilizam os gatos e ela fica conhecida como “gripe do gato doméstico”.

Na comparação vista abaixo pode-se ver como durante a cena do apresentador Kent Brockman foram adicionadas as palavras “corona virus” por cima de “Apocalypse Meow”, junto à imagem de um gato.

Comparação feita em 4 de março de 2020 das capturas de tela do fotograma original (esquerda) e do manipulado

A respeito das possibilidades de que o novo coronavírus possa se expandir por meio de pacotes enviados pelo correio, como é mostrado no episódio de 1993 da série, a Organização Mundial da Saúde (OMS) explicou à equipe de checagem da AFP que “é muito improvável que você contraia a COVID-19 simplesmente tocando a parte de fora de um pacote enviado da China, ou de outro país”, já que o vírus não consegue sobreviver mais do que algumas horas sobre superfícies de materiais porosos, como papel e papelão.

Em resumo, a série “Os Simpsons” não previu o novo coronavírus em 1993, pois as imagens das publicações viralizadas são de dois episódios distintos, exibidos com 17 anos de diferença, e um dos fotogramas foi manipulado para conter as palavras “corona virus”.

AFP Brasil