Conheça a equipe

Sobre o fact-checking da AFP

O fact-checking da AFP é um departamento da Agence France-Presse, uma agência de notícias multilíngue e multicultural cuja missão é fornecer uma cobertura precisa, equilibrada e imparcial de notícias, onde e quando elas acontecem no mundo, e de forma contínua.

Para combater a difusão de desinformação online, a AFP criou uma equipe dedicada ao fact-checking e investigações digitais em 2017, inspirada por nossa experiência com o premiado projeto colaborativo CrossCheck para as eleições francesas naquele ano.

Desde então, o fact-checking da AFP cresceu e se tornou a principal organização global de checagem de fatos, com mais de 100 jornalistas em dezenas de países em todo o mundo.

Os jornalistas de fact-checking da AFP monitoram conteúdo online em 26 idiomas, trabalhando com os escritórios locais da agência para garantir reportagens detalhadas e precisas que incorporam contexto cultural e político relevante. Nós checamos em alemão, árabe, bengali, birmanês, búlgaro, catalão, coreano, croataeslovaco, espanhol, finlandês, francês, grego, hindi, holandês, húngaro, indonésio, inglês, malaio, polonês, português, romeno, sérvio, suecotailandês e tcheco. Os artigos são editados em centros regionais, e a equipe global é gerenciada a partir da sede da AFP em Paris.

Nossa Equipe

Produção global

Phil Chetwynd, Diretor Global de Notícias, França

Phil Chetwynd tem responsabilidade geral sobre a estratégia editorial da AFP e os 1.700 jornalistas da agência. Desde que entrou na agência em 1996, ele trabalhou em cerca de 20 países e ocupou cargos como editor-chefe global e editor-chefe da região Ásia-Pacífico.

Grégoire Lemarchand, Chefe de Investigações Digitais, Editor-Chefe Global Adjunto, França

Grégoire Lemarchand lidera a rede de investigação digital da AFP desde 2017 e sua estratégia de redes sociais desde 2012. Anteriormente, trabalhou como repórter esportivo e correspondente em Roma.

Julie Charpentrat, Chefe Adjunta de Investigações Digitais, França

Julie Charpentrat se tornou chefe adjunta de investigações digitais em 2022 após mais de dois anos investigando desinformação sobre questões de saúde e a pandemia de covid-19. Ela cobriu diferentes temas para a AFP, incluindo negócios, economia, emprego e questões familiares. Ela foi correspondente em San Francisco e Nova York e também trabalhou como videojornalista.

Sophie Nicholson, Chefe Adjunta de Investigações Digitais, França

Sophie Nicholson gerencia a equipe global de investigações digitais e o desenvolvimento da plataforma de treinamento online e da série de vídeos da AFP. Sophie trabalhou anteriormente como correspondente na Cidade do México, cobrindo América Latina. Ela começou sua carreira em rádio e televisão na BBC em Londres.

Elodie Martinez, Coordenadora Global de Treinamento em Investigações Digitais, França

Elodie Martinez tornou-se coordenadora global de treinamento em investigação digital em 2022. Antes, foi chefe de investigação digital para a América Latina e Espanha, e chefe da equipe de notícias online e de redes sociais em espanhol.

Natalie Handel, Coordenadora de Vídeo de Investigações Digitais, França

Natalie Handel supervisiona a produção de vídeos de investigação digital. Ela entrou na AFP em 2009, primeiro trabalhando por uma década como repórter de vídeo nos Estados Unidos e na França, antes de passar a produzir reportagens em texto sobre ciência, saúde e meio ambiente. Ela se juntou à equipe de investigação digital em 2021.  

Cristina Abellan-Matamoros, Videojornalista de Investigações Digitais, França

Cristina Abellan-Matamoros trabalha como videojornalista na equipe de investigação digital. Ela produz vídeos principalmente em espanhol e português, mas também auxilia nas produções em inglês e francês. Entrou para a AFP em 2019 como produtora para a AFPTV Live. Anteriormente, trabalhou na Euronews e na Storyful. Entrou para a equipe de investigações digitais em 2023.

Myriam Adam, Jornalista de Vídeo de Investigações Digitais, França

Myriam Adam é videojornalista na equipe de investigação digital em Paris. Ela trabalhou anteriormente como repórter de vídeo de notícias gerais na França, cobrindo histórias como a pandemia de covid-19 e os protestos dos Coletes Amarelos, assim como em Nicósia, cobrindo notícias de países do Oriente Médio e do Norte da África.

Roland Lloyd Parry, Repórter de Investigações Digitais sobre Mudanças Climáticas, França

Roland Lloyd Parry cobre desinformação sobre clima e meio ambiente para a AFP desde 2021. Anteriormente, foi editor-chefe adjunto global da AFP e repórter na França, Espanha, América Latina e nos Estados Unidos.

Julie Pacorel, Repórter de Investigações Digitais sobre Saúde, França

Julie Pacorel é especialista em desinformação sobre temas de saúde. Antes de se juntar à equipe em 2022, trabalhou para a AFP em Marselha, onde cobriu política, notícias policiais e biodiversidade na região do Mediterrâneo. Anteriormente, trabalhou como jornalista freelancer na América do Sul para meios franceses, como o Libération.

Marie Bohner, Chefe de Desenvolvimento e Parcerias, Investigações Digitais, França

Marie Bohner trabalha no desenvolvimento da equipe global de investigações digitais. Ela gerencia parcerias com outras organizações de investigação digital. Ela coordenou o projeto CrossCheck na França em 2017 como representante do First Draft, e foi sua chefe global de parcerias até 2021.

Jacqueline Pietsch, Gestora de Projetos Técnicos, Investigações Digitais, França

Jacqueline Pietsch supervisiona desenvolvimentos técnicos para a equipe. Desde que entrou na AFP em 1996, trabalhou em diversos temas, países e funções, incluindo chefe da produção de TV da AFP em inglês, correspondente na Holanda e jornalista de vídeo responsável pelo Sudeste Asiático.

Denis Teyssou, Gestor do AFP Medialab, França

Denis Teyssou é o gestor de inovação do projeto Horizon vera.ai (2022-2025), financiado pela União Europeia, e o fundador da extensão de verificação InVID-WeVerify, resultado dos projetos anteriores da UE: InVID (2016-2018) e WeVerify (2018-2021).

Bertrand Goupil, Engenheiro Arquiteto de Soluções, AFP Medialab, França

Bertrand Goupil é o principal líder técnico da extensão de verificação InVID-WeVerify, participando com o AFP Medialab em projetos financiados pela UE (InVID, WeVerify, vera.ai) contra desinformação e criando ferramentas para checadores de fatos.

Valentin Porcellini, Engenheiro de Software, AFP Medialab, França

Valentin Porcellini desenvolve e mantém as ferramentas do AFP Medialab e participa do projeto vera.ai, financiado pela União Europeia.

 

América Latina e Espanha

Embora nos esforcemos para ser o mais transparentes possível sobre nossa equipe, alguns países e ambientes são mais hostis do que outros quando se trata de jornalismo. Por essa razão, alguns jornalistas da nossa equipe na América Latina não serão nomeados abaixo para proteger sua segurança.

Leila Macor, Chefe de Investigações Digitais em Espanhol e Português, Uruguai

Leila Macor lidera as equipes de investigação digital da AFP na América Latina e na Espanha, cobrindo desinformação em espanhol, catalão e português. Desde que entrou na AFP em 2005, também trabalhou como editora de texto para o escritório da América Latina em Montevidéu e como correspondente nas costas leste e oeste dos Estados Unidos.

Sonia González, Coordenadora Editorial de Espanhol, Espanha

Sonia González é coordenadora editorial da equipe em espanhol a partir de Madri, assim como editora para o blog em catalão. Antes de se juntar à equipe de verificação digital em 2019, trabalhou nos escritórios regionais da AFP nos serviços de texto, infografia e online em Madri, Montevidéu e Paris.

Anella Reta, Coordenadora Editorial de Português, Uruguai

Anella Reta é editora e coordenadora editorial da equipe em português. Desde que entrou na AFP em 2004, ela trabalhou como editora para o serviço de infografia em espanhol, como editora-sênior de texto para o escritório da América Latina em Montevidéu e como correspondente em São Paulo. Ela entrou para  a equipe de verificação digital em 2019.

Nadia Nasanovsky, Gestora de Treinamento Digital para a América Latina, Uruguai

Nadia Nasanovsky lidera o programa de treinamento em jornalismo digital da AFP na América Latina. Entrou na AFP em 2019 como repórter de investigação digital em Buenos Aires. Antes de se juntar à AFP, trabalhou como fact-checker e repórter para vários meios de comunicação argentinos.

Miguel Bravo, Editor, México

Miguel Bravo é editor da equipe em espanhol no México. Trabalha verificando desinformação na AFP desde 2019. Anteriormente, foi repórter de diversos meios de comunicação mexicanos, tendo se especializado em temas como governo, saúde e economia.

Denise Mota, Editora, Uruguai

Denise Mota é editora das equipes em espanhol e português. Antes de ingressar na AFP em 2021, ela trabalhou como editora em meios de comunicação investigativos no Brasil.

Maria Clara Pestre, Editora, Brasil

Depois de vários anos como repórter de investigação digital, Maria Clara Pestre agora é editora da equipe em português no Brasil. Antes de se juntar à equipe de verificação em 2019, trabalhou no serviço de texto da Reuters em português e no site de tecnologia da Globo.com.

Ana Prieto, Editora, Argentina

Ana Prieto é editora da equipe em espanhol em Buenos Aires. Anteriormente, foi repórter de investigação digital da AFP na Argentina, trabalhou como fact-checker na Radio Ambulante e contribuiu para vários veículos de comunicação da região, incluindo Revista Ñ, Orsai, Univision e El Nuevo Herald.

Cecília Sorgine, Editora, Brasil

Após vários anos como repórter de investigação digital, Cecília Sorgine agora trabalha como editora da equipe em português no Brasil. Antes de se juntar à equipe de verificação, trabalhou nos serviços de texto e multimídia da AFP em português.

Magdalena Advis, Repórter, Chile

Magdalena Advis é jornalista de investigação digital em Santiago. Antes de entrar na AFP em fevereiro de 2023, trabalhou verificando desinformação sobre o processo constitucional chileno (2021-2022) e em investigações sobre desigualdade social.

Sofía Barragán, Repórter, Argentina

Sofía Barragán é jornalista de investigação digital em Buenos Aires. Antes de entrar na AFP em julho de 2023, trabalhou como redatora de SEO no jornal Ámbito Financiero.

Adrià Laborda, Repórter, Espanha

Adrià Laborda é repórter de investigação digital e trabalha em espanhol e catalão em Barcelona. Antes de ingressar na AFP em fevereiro de 2021, atuou como repórter na emissora pública regional da Catalunha e como editor para a mídia local em Barcelona.

Martín Rachinsky, Repórter, Argentina

Martín Rachinsky é jornalista de investigação digital em Buenos Aires. Tem experiência em reportagens para mídia online e trabalhou como produtor de rádio para várias estações na Argentina.

Natalia Sanguino, Repórter, Espanha

Natalia Sanguino é jornalista de investigação digital em Madri. Trabalha na AFP há mais de 15 anos, durante os quais também foi editora para o serviço multimídia em espanhol, editando textos, gráficos e vídeos.

Manuela Silva, Repórter, Uruguai

Manuela Silva é jornalista de investigação digital e professora de escrita na Universidade de Montevidéu. Antes de ingressar na AFP em 2021, trabalhou em uma agência regional e em um projeto nacional de verificação de fatos.

Ernesto Tovar, Repórter, Peru

Ernesto Tovar é jornalista de investigação digital para o serviço espanhol. Ele trabalhou na AFP entre 2014 e 2016 na Venezuela e retornou em 2020 como jornalista freelancer em Lima, se tornando fact-checker em tempo integral em 2023. Trabalhou por quase duas décadas para veículos como Dow Jones, Univision, El Universal e El Economista, cobrindo temas como economia, política, esportes e notícias internacionais.

Tomás Viola, Repórter, Argentina

Tomás Viola é jornalista de investigação digital em Buenos Aires. Antes de entrar na AFP em janeiro de 2023, trabalhou por vários anos como consultor e escritor nas áreas de arte e cultura, antes de decidir se especializar em jornalismo.

 

África

Embora nos esforcemos para ser o mais transparentes possível sobre nossa equipe, alguns países e ambientes são mais hostis do que outros quando se trata de jornalismo. Por essa razão, alguns jornalistas da nossa equipe na África não serão nomeados abaixo para proteger sua segurança.

Nina Lamparski, Chefe de Investigações Digitais para a África, França

Nina Lamparski lidera a equipe de investigação digital da África. Ela entrou na AFP vinda da BBC como correspondente estrangeira em Viena em 2015. Sua carreira, que abrange mídia digital, rádio e meios impressos, a levou a Sydney, Phnom Penh, Londres e Bruxelas.

Gaëlle Faure, Chefe Adjunta de Investigações Digitais para a África, França

Gaëlle Faure é chefe adjunta do time de investigação digital da África desde 2020. Anteriormente, ela trabalhou em funções de edição e reportagem para veículos da França e dos Estados Unidos, com foco em investigação e verificação.

Brett Horner, Editor Sênior África, África do Sul

Brett Horner entrou na AFP em 2019 e ajuda a supervisionar a operação de investigações digitais pan-africana da AFP. Um jornalista experiente com 20 anos de carreira, foi antes editor-chefe de dois jornais regionais e de um site na África do Sul.

Célia Lebur, Editora, França

Célia Lebur se juntou à equipe de investigação digital em 2022 como editora para países de língua francesa na África. Ela começou a trabalhar na AFP como repórter geral em 2012, primeiro no Gabão e depois na Nigéria, reportando extensivamente de países da África Central e Ocidental.

Tonye Bakare, Repórter, Nigéria

Tonye Bakare escreve sobre desinformação na Nigéria. Vencedor do prêmio Sigma Awards para Jornalismo de Dados, entrou na AFP vindo do The Guardian Nigeria, onde liderou a equipe de notícias digitais. Também trabalhou com o Business Eye, cobrindo o mercado de ações e telecomunicações.

Tendai Dube, Repórter, África do Sul

Tendai Dube cobre desinformação no sul da África para a AFP desde 2018. Antes, trabalhou em redações internacionais para a CNBC Africa e Reuters.

Tolera Fikru Gemta, Repórter, Etiópia

Tolera Fikru Gemta verifica desinformação na Etiópia. Antes de entrar na AFP, trabalhou como fact-checker sênior na organização PesaCheck.

Suy Kahofi, Repórter, Costa do Marfim

Suy Kahofi entrou no escritório da AFP em Abidjan em 2022. Ele passou quase duas décadas trabalhando para mídias nacionais e internacionais na Costa do Marfim e outros países africanos. Antes jornalista de transmissão multimídia para a BBC Afrique, começou a verificar desinformação em 2016.

Mary Kulundu, Repórter, Quênia

Mary Kulundu cobre desinformação em países da África Oriental. Antes repórter dos principais sites de notícias do Quênia, Kulundu tem mestrado em Jornalismo Digital e conduziu uma pesquisa sobre como as redações do Quênia lidam com desinformação em notícias urgentes.

Monique Ngo Mayag, Reporter, Senegal

Monique Ngo Mayag cobre desinformação para a AFP desde 2019, primeiro no Gabão e agora no Senegal. Antes de entrar na AFP, Monique passou quase uma década trabalhando como repórter para a mídia privada camaronesa, antes de passar para a investigação digital para um site de notícias.

James Okong'o, Repórter, África do Sul

De Joanesburgo, James Okong'o escreve sobre desinformação difundida em países de língua inglesa na África. Antes, James trabalhou na PesaCheck, a maior organização autóctone de fact-checking da África, e como escritor e produtor de conteúdo para a Johanniter International Assistance e Echo Network Africa no Quênia.

Fikayo Owoeye, Repórter, Nigéria

Fikayo Owoeye escreve sobre desinformação na Nigéria. Antes, foi repórter da Reuters Nigéria com foco em economia, meio ambiente e políticas governamentais. Fikayo também foi chefe da editoria de negócios do jornal online TheCable.

 

América do Norte

Arthur MacMillan, Chefe de Investigações Digitais para a América do Norte, Estados Unidos

Arthur MacMillan lidera a equipe de investigação digital dos Estados Unidos. Entrou originalmente na AFP como editor em Hong Kong em 2007. Como correspondente, atuou como repórter em vários países, incluindo Irã, África do Sul, Iraque e Paquistão, assim como nos Estados Unidos.

Marisha Goldhamer, Chefe Adjunta de Investigações Digitais para a América do Norte, Estados Unidos

Marisha Goldhamer supervisiona a produção do Canadá e coordena os jornalistas em Montreal e em Washington D.C. Marisha se juntou à AFP em 2003, trabalhando no serviço de multimídia e na presença da agência nas redes sociais.

Juan Ignacio Berro, Editor, México

Juan Ignacio Berro é editor focado em desinformação que circula em espanhol nos Estados Unidos. Entrou na AFP em 2021 como repórter de investigação digital no Uruguai, onde trabalhou anteriormente como jornalista no El Observador, um dos maiores jornais do país.

Daniel Funke, Editor, Estados Unidos

Daniel Funke entrou na AFP como editor de investigação digital em 2022 depois de trabalhar como repórter e editor no USA Today, no PolitiFact, na International Fact-Checking Network e no Poynter Institute for Media Studies. Daniel tem experiência em desinformação online, verificação, política e tecnologia.

Rob Lever, Editor, Estados Unidos

Rob Lever se juntou à equipe de investigação digital dos Estados Unidos em 2021 após trabalhar em vários cargos no escritório da AFP em Washington D.C. Entrou na AFP em 1992 e trabalhou como repórter de economia, editor de texto de notícias das Américas e repórter-editor de tecnologia e mídia.

Nahiara S. Alonso, Repórter, Estados Unidos

Nahiara S. Alonso verifica desinformação que circula em espanhol nos Estados Unidos. Entrou na AFP em 2022 após trabalhar como repórter financeira na Espanha no El País e no Newtral.

Valentín Díaz, Repórter, México

Valentín Díaz verifica desinformação que circula em espanhol nos Estados Unidos. Entrou na AFP em 2022 depois de trabalhar como coordenador digital no El Comercio, no Equador.

Manon Jacob, Repórter, Estados Unidos

Manon Jacob cobre desinformação, incluindo a verificação de mitos sobre mudanças climáticas. Entrou na AFP em 2018 como parte do programa de bolsas de jornalismo da agência. Trabalhou anteriormente na Reuters e no Politico Europe.

Bill McCarthy, Repórter, Estados Unidos

Bill McCarthy verifica desinformação nos Estados Unidos. Entrou na AFP em 2022 depois de trabalhar como repórter no PolitiFact, onde cobriu mídia e política dos Estados Unidos, desinformação online e liderou a verificação de fatos de personalidades políticas.

Gwen Roley, Repórter, Canadá

Gwen Roley verifica desinformação sobre variados temas no Canadá. Ela entrou na AFP em 2023, depois de trabalhar como repórter e pesquisadora nos Estados Unidos e Canadá.

Natalie Wade, Repórter, Estados Unidos

Natalie Wade entrou na AFP como parte do programa de bolsas de fact-checking NABJ em 2021 e verifica desinformação sobre diversos tópicos nos Estados Unidos.

 

Ásia-Pacífico

Embora nos esforcemos para ser o mais transparentes possível sobre nossa equipe, alguns países e ambientes são mais hostis do que outros quando se trata de jornalismo. Por essa razão, alguns jornalistas da nossa equipe na região Ásia-Pacífico não serão nomeados abaixo para proteger sua segurança.

Rachel Blundy, Chefe de Investigações Digitais para Ásia-Pacífico, Hong Kong

Rachel Blundy lidera a equipe de investigação digital da região Ásia-Pacífico. Originalmente de Londres, ela trabalhou em várias funções de reportagem e produção digital em jornais no Reino Unido.

Charlotte Mason, Chefe Adjunta de Investigações Digitais para Ásia-Pacífico, Hong Kong

Charlotte Mason ajuda a liderar a equipe da Ásia-Pacífico. Ela entrou na AFP em 2018 como repórter e editora em Paris, antes de cobrir desinformação na África, na Europa e na América do Norte. Anteriormente, ela trabalhou escrevendo para vários meios de comunicação no Reino Unido e na França.

Jake Soriano, Chefe Adjunto de Investigações Digitais para Ásia-Pacífico, Hong Kong

Jake Soriano ajuda a liderar a equipe da Ásia-Pacífico. Ele entrou para o escritório da AFP em Manila como repórter de investigação digital em 2019. Trabalhou anteriormente em projetos de fact-checking nas Filipinas.

Sophia Xu, Gestora de Treinamento Digital para Ásia-Pacífico, Hong Kong

Sophia Xu lidera o programa de treinamento em jornalismo digital da AFP na região Ásia-Pacífico. Ela entrou na AFP em 2020 como editora de investigação digital. Treinou centenas de jornalistas e estudantes em jornalismo digital em conferências de mídia e universidades em toda a Ásia.

Sumit Dubey, Editor, Índia

Sumit Dubey é editor da equipe de investigação digital em Nova Délhi. Antes de entrar para a AFP em 2022, ele trabalhou com vários dos principais jornais indianos.

Yenni Kwok, Editora, Hong Kong

Yenni Kwok supervisiona a cobertura das equipes de investigação digital na Indonésia e na Malásia. Ela trabalhou anteriormente como jornalista e editora em vários veículos internacionais.

Shim Kyu-seok, Editor, Coreia do Sul

Shim Kyu-seok é editor de investigação digital e monitora desinformação na Coreia do Sul. Antes de se juntar à AFP em 2021, ele trabalhou como jornalista político cobrindo política interna norte-coreana e sul-coreana para o Korea JoongAng Daily.

Jeff Li, Editor, Hong Kong

Jeff Li é editor da equipe da Ásia-Pacífico. Antes de entrar para a AFP em 2022, ele trabalhou como jornalista na BBC cobrindo Hong Kong e China.

Zoe Low, Editora, Hong Kong

Zoe Low é editora da equipe da Ásia-Pacífico. Antes de entrar na AFP em 2022, ela trabalhou como repórter no South China Morning Post.

Nattakorn Ploddee, Editor, Tailândia

Nattakorn Ploddee é responsável pela produção em língua tailandesa e participa das oficinas de investigação digital da AFP. Antes de entrar na AFP em 2019, ele trabalhou como âncora de notícias cobrindo o noticiário internacional.

Richard Pyne, Editor, Hong Kong

Richard Pyne é editor da equipe da Ásia-Pacífico. Antes de entrar na AFP em 2022, ele foi repórter, apresentador e editor da Radio Television Hong Kong.

Qadaruddin Shishir, Editor, Bangladesh

Qadaruddin Shishir coordena a produção em bengali. Ele entrou para a AFP depois de trabalhar como editor para vários meios de comunicação em Bangladesh.

Satya Adhi, Repórter, Indonésia

Satya Adhi verifica desinformação na Indonésia. Antes de entrar na AFP em 2023, era jornalista multimídia cobrindo notícias gerais para o meio de comunicação indonésio Narasi.

Panisa Aemocha, Repórter, Tailândia

Panisa Aemocha escreve sobre desinformação na Tailândia. Antes de entrar na AFP em 2022, ela cobriu temas como negócios e política para o BBC World Service em Londres.

Ara Eugenio, Repórter, Filipinas

Ara Eugenio é repórter de investigação digital nas Filipinas. Ela entrou para a AFP em 2022 depois de trabalhar como jornalista multimídia no Summit Media.

Rimal Farrukh, Repórter, Paquistão

Rimal Farrukh é repórter de investigação digital em Islamabad, no Paquistão. Antes de entrar na AFP, trabalhou como correspondente para o Sul da Ásia no VICE World News.

Masroor Gilani, Repórter, Paquistão

Masroor Gilani é repórter de investigação digital que entrou na AFP como correspondente no Paquistão em 2003, depois de trabalhar na Associated Press do Paquistão e no jornal The Muslim.

Gemma Holliani Cahya, Repórter, Indonésia

Gemma Holliani Cahya é repórter de verificação digital em Jacarta. Antes de entrar para a AFP em 2022, ela trabalhou como repórter para The Guardian, Los Angeles Times e The Jakarta Post.

Clara Ip, Repórter, Hong Kong

Clara Ip é repórter de investigação digital que monitora principalmente desinformação na China, em Hong Kong e em Taiwan. Ela entrou para a AFP em 2020.

Chayanit Itthipongmaetee, Repórter, Tailândia

Chayanit Itthipongmaetee é jornalista de verificação digital em Bangkok, Tailândia. Antes de entrar na AFP, trabalhou como jornalista para os meios Coconuts Bangkok e Khaosod English.

Nisya Kunto, Repórter, Indonésia

Nisya Kunto verifica desinformação na Indonésia. Antes de entrar na AFP em 2023, foi editora de engajamento no Southeast Asia Globe e editora gastronômica no FoodieS Media.

Safrin La Batu, Repórter, Indonésia

Safrin La Batu verifica e escreve artigos sobre desinformação na Indonésia. Antes de entrar na AFP em 2019, ele era repórter investigativo no jornal The Jakarta Post.

Devesh Mishra, Repórter, Índia

Devesh Mishra verifica desinformação que circula na Índia. Antes de entrar na AFP, ele trabalhou como repórter para o site de fact-checking BOOM Live em Nova Délhi e como media trainer para o programa FactShala da Google News Initiative.

Joseph Olbrycht-Palmer, Repórter, Austrália

Joseph é repórter de investigação digital em Sydney. Ele entrou na AFP após trabalhar no Storyful, onde cobria as últimas notícias globais com foco na Ucrânia, no Irã e na América do Sul.

Moses Ompusunggu, Repórter, Indonésia

Moses Ompusunggu escreve sobre desinformação na Indonésia. Antes de se juntar à AFP em 2018, ele trabalhou como jornalista ambiental e político no jornal The Jakarta Post.

Lakna Paranamanna, Repórter, Sri Lanka

Lakna Paranamanna é repórter de investigação digital em Colombo. Antes de se juntar à AFP em 2019, ela trabalhou como repórter no Daily Mirror do Sri Lanka e para vários outros jornais em inglês.

Lucille Sodipe, Repórter, Filipinas

Lucille Sodipe escreve sobre desinformação que circula nas Filipinas. Antes de entrar na AFP em 2020, Lucille trabalhou em emissoras, produzindo documentários televisivos por mais de uma década. Ela também foi repórter e editora da organização de fact-checking  filipina Vera Files.

Kate Tan, Repórter, Austrália

Kate Tan é repórter de investigação digital em Sydney. Ela entrou na AFP vinda da Storyful e trabalhou anteriormente como correspondente de tênis em Pequim.

Tommy Wang, Repórter, Hong Kong

Tommy Wang verifica desinformação que circula na China, em Hong Kong, Macau e Taiwan. Antes de entrar na AFP em 2023, trabalhou em projetos de fact-checking chineses.

 

Europa

Bronwen Roberts, Chefe de Investigações Digitais para a Europa, França

Bronwen Roberts lidera a equipe da Europa. Desde que entrou na AFP em 1998, ela trabalhou como jornalista, editora e chefe de redação, inclusive na África do Sul, em Hong Kong, em Paris e no Afeganistão. Ela se juntou à equipe de investigação digital em 2020.

Juliette Montesse, Chefe Adjunta de Investigações Digitais para a Europa, Reino Unido

Juliette Montesse é chefe adjunta da equipe na Europa. Jornalista da AFP desde 2010, ela foi anteriormente repórter especializada no Judiciário em Paris e correspondente dos arredores de Paris antes de se juntar à equipe de investigação digital em 2020.

Estelle Péard, Editora e Gestora de Treinamento Digital para, França

Estelle Péard trabalha para a AFP desde 2010. Antes de entrar para a equipe de investigação digital da Europa como editora em 2021, ela foi correspondente de Economia na Alemanha, repórter na cobertura de conflitos sociais na França e editora de notícias.

Jastinder Khera, Editor, Áustria

Jastinder Khera é editor na equipe da Europa em Viena, tendo trabalhado anteriormente na equipe de redação de notícias. Antes de entrar na AFP em 2018, ele trabalhou na BBC, inclusive como produtor de alguns de seus principais programas noticiosos de rádio e na BBC World TV.

Laura Mannering, Editora, Espanha

Laura Mannering trabalha como editora na equipe da Europa desde 2021. Ela entrou na AFP em 2012 como editora no escritório da região Ásia-Pacífico e posteriormente foi chefe de redação em Hong Kong e Taiwan por quatro anos. Anteriormente ela trabalhou para jornais e revistas no Reino Unido.

Simon Morgan, Editor, França

Simon Morgan é editor na equipe da Europa. Ele entrou na AFP em 1998 e trabalhou como repórter em Frankfurt e Viena. Ele se mudou para o serviço de edição em inglês na sede em Paris em 2017 e se juntou à equipe de investigação digital em 2022.

Jennifer O'Mahony, Editora, Espanha

Jennifer O'Mahony ingressou na equipe da Europa como editora em julho de 2023. Entre 2013 e 2018, trabalhou na AFP como editora e correspondente na África Ocidental. Ela também trabalhou como produtora de documentários e jornalista investigativa para a BBC e o Channel 4.

Eva Wackenreuther, Editora, Áustria

Eva Wackenreuther é responsável pela cobertura em alemão. Antes de se juntar à AFP em 2020, ela trabalhou como repórter e foi cofundadora de um blog de fact-checking.

Robert Barca, Repórter, República Tcheca

Robert Barca verifica desinformação na Eslováquia. Antes de entrar na AFP em 2020, trabalhou como editor online no semanário eslovaco .týždeň, como repórter no Denník N e como fotógrafo de reportagens para vários veículos de comunicação. Barca também está envolvido em treinamentos para a AFP.

Théophile Bloudanis, Repórter, Grécia

Théophile Bloudanis verifica desinformação na Grécia e no Chipre. Antes de se juntar à equipe de verificação digital da AFP em 2022, trabalhou como jornalista no jornal suíço local Le Journal du Jura e como fotógrafo na AFP.

Rossen Bossev, Repórter, Áustria

Rossen Bossev verifica desinformação na Bulgária. Antes de entrar na AFP em 2021, trabalhou por 15 anos como jornalista no Capital, cobrindo temas judiciários, de aplicação da lei e de direitos humanos.

Paula Căbescu, Repórter, Áustria

Paula Căbescu verifica desinformação na Romênia. Antes de ingressar na AFP em 2021, trabalhou no site romeno de fact-checking Factual e para o projeto local de jornalismo investigativo Să Fie Lumină

Maja Czarnecka, Repórter, Polônia

Maja Czarnecka verifica desinformação na Polônia. Antes de integrar a equipe de verificação digital em 2019, ela trabalhou como jornalista de texto e vídeo para a AFP em Varsóvia, cobrindo notícias políticas, sociais, econômicas e culturais.

Marion Dautry, Repórter, Sérvia

Marion Dautry é jornalista que cobre Sérvia, Croácia, Montenegro, e Bósnia e Herzegovina. Antes de entrar na AFP em 2020, ela trabalhou como correspondente freelancer para veículos de mídia de língua francesa e inglesa cobrindo as notícias dos Balcãs Ocidentais.

Till Eichenauer, Repórter, Alemanha

Till Eichenauer verifica desinformação em países de língua alemã. Antes de entrar na AFP em 2023, foi jornalista para o Märkische Allgemeine Zeitung e trabalhou para jornais e rádios na Europa Oriental e no Cazaquistão.

Ivan Fischer, Repórter, Croácia

Ivan Fischer entrou na AFP em 2023 como verificador de fatos na Croácia. Antes, passou uma década como repórter e analista no jornal Jutarnji list, cobrindo ciência, tecnologia e política externa. Também apresentava programas semanais sobre ciência e tecnologia na rádio pública da Croácia.

Anna Hollingsworth, Repórter, Finlândia

Anna Hollingsworth verifica desinformação na Finlândia. Antes de ingressar na AFP em 2022, ela trabalhou com engajamento de audiência nos jornais The Times e Sunday Times em Londres, escrevendo sobre temas que vão desde saúde até mudanças sociais e culturais.

Petros Konstantinidis, Repórter, Grécia

Petros Konstantinidis verifica desinformação na Grécia e no Chipre. Antes de se juntar à AFP em 2022, trabalhou como editor de notícias no Eleftherostypos.gr e para o France 24, em Paris. Ele também atuou como repórter investigativo para o jornal diário grego TA NEA.

Matúš Krčmárik, Repórter, Eslováquia

Matúš Krčmárik verifica desinformação na Eslováquia. Antes de entrar na AFP em 2023, trabalhou como repórter e editor de notícias internacionais no jornal eslovaco SME, onde chefiou o departamento de notícias internacionais por oito anos.

Johanna Lehn, Repórter, Alemanha

Johanna Lehn verifica desinformação na Alemanha, Áustria e Suíça. Antes de entrar na AFP em 2023, trabalhou para o meio Kieler Nachrichten, que faz parte da rede Redaktionsnetzwerk Deutschland (RND).

Ladka Mortkowitz, Repórter, República Tcheca

Ladka Mortkowitz verifica desinformação na República Tcheca. Antes de entrar na AFP em 2020, Ladka trabalhou como repórter para vários veículos de mídia internacional, incluindo Bloomberg News e The New York Times. Nas últimas duas décadas ela trabalhou em Praga, Paris e Berlim.

Natalia Sawka, Repórter, Polônia

Natalia Sawka é jornalista que cobre Polônia e trabalha na AFP desde 2019. Antes, trabalhou no jornal diário polonês Gazeta Wyborcza cobrindo notícias nacionais. Sawka também está envolvida em treinamentos para a AFP.

Charlotte Steenackers, Repórter, Bélgica

Charlotte Steenackers verifica desinformação nos Países Baixos. Antes de entrar para a AFP em 2022, ela trabalhava como jornalista freelancer no Líbano e em Bruxelas. Ela também trabalhou na Reuters e no Le Soir.

Katarina Subasic, Repórter, Sérvia

Katarina Subasic se juntou à equipe de verificação digital em 2020 como fact-checker cobrindo Sérvia, Croácia, Montenegro, e Bósnia e Herzegovina. Ela trabalha na AFP desde 1998 como repórter e editora cobrindo Sérvia e Balcãs Ocidentais.

Ede Záborszky, Repórter, Áustria

Ede Záborszky verifica desinformação na Hungria. Antes de entrar para a AFP em 2021, ele trabalhou para o Index.hu, um dos maiores e mais antigos sites de notícias da Hungria, e como freelancer para o serviço de notícias húngaro da Radio Free Europe (RFE/RL).

Katharina Zwins, Repórter, Áustria

Katharina Zwins verifica desinformação na Alemanha, Áustria e Suíça. Antes de entrar na AFP em 2023, formou-se advogada e trabalhou para a revista austríaca profil, onde foi cofundadora do projeto de fact-checking faktiv.

 

França

Emilie Beraud, Repórter, França

Emilie Beraud verifica desinformação na França. Antes de entrar na AFP em 2022, trabalhou como repórter de cultura e, depois, saúde na France Télévision. Ela também trabalhou no escritório de Paris do France 24 cobrindo notícias internacionais do Líbano, da Tunísia e do Sudão.

Gaëlle Geoffroy, Repórter, França

Gaëlle Geoffroy verifica desinformação na França. Entrou na AFP em 2002 e trabalhou em várias funções na sede de Paris, incluindo a cobertura de economia, notícias gerais e política. Ela também atuou como correspondente de economia em Washington D.C.

Claire-Line Nass, Repórter, França

Claire-Line Nass verifica desinformação na França. Antes de ingressar na AFP em 2021, trabalhou na equipe de fact-checking do jornal francês Libération e cobriu vários temas relacionados a desinformação.

Juliette Mansour, Repórter, França

Juliette Mansour verifica desinformação na França. Antes de ingressar na AFP em 2020, trabalhou com investigação e verificação de fatos para as equipes de fact-checking Le Vrai du Faux, do franceinfo, e Les Décodeurs, do Le Monde; e cobriu notícias globais para o serviço online do Le Parisien.

Alexis Orsini, Repórter, França

Alexis Orsini verifica desinformação na França. Antes de entrar na AFP em 2022, trabalhou como fact-checker para o jornal 20 Minutes.

 

Oriente Médio

Embora nos esforcemos para ser o mais transparentes possível sobre nossa equipe, alguns países e ambientes são mais hostis do que outros quando se trata de jornalismo. Por essa razão, os jornalistas da nossa equipe no Oriente Médio não serão nomeados para proteger sua segurança.