Nem Bill Gates nem a Microsoft criaram o jogo “Omikron”, que não tem relação com a covid-19

Copyright © AFP 2017-2022. Todos os direitos reservados.

Publicações compartilhadas nas redes sociais mais de duzentas vezes desde, pelo menos, 4 de dezembro de 2021 indicam que existe um jogo online chamado “Omikron: The Nomad Souls”, criado por Bill Gates em 1999. As publicações sugerem que isso não seria uma coincidência, e sim uma indicação de que a atual pandemia foi planejada, em referência ao nome da variante da covid-19 detectada no final de novembro, chamada ômicron. No entanto, ainda que o jogo exista e que tenha sido disponibilizado para as plataformas da Microsoft, nem a empresa nem Gates participaram de sua criação. E o jogo também não tem relação com o novo coronavírus.

“Coincidência. Bill Gates criou um jogo para Windows chamado 'Omikron', em 1999, sobre demônios fingindo ser humanos para roubar suas almas”, diz uma das publicações compartilhadas no Facebook (1, 2, 3). Conteúdo semelhante circulou no Twitter (1, 2, 3). Alegações semelhantes circularam em espanhol, inglês,croata, francês, alemão, romeno e grego.

Algumas das publicações (1, 2) trazem a captura de tela um artigo cujo título também alega que Gates teria criado o jogo em questão para Windows. No restante do texto, é dito que “em 1999 Bill Gates e a Microsoft lançaram um jogo chamado ‘ Omikron ‘ que girava em torno de demônios fingindo ser humanos e saem por aí colhendo humanos almas”.

Captura de tela feita em 22 de dezembro de 2021 de uma publicação no Facebook ( . / )

Mas, apesar de ser verdade que exista um jogo chamado “Omikron: The Nomad Soul” e que tenha estado disponível para as plataformas da Microsoft, ele não tem relação com a pandemia do novo coronavírus. Nem Gates e nem sua empresa participaram da criação do jogo, que foi desenvolvido por uma empresa independente.

"Omikron: The Nomad Soul", um jogo de aventura lançado em novembro de 1999, foi criado pela Quantic Dream, uma desenvolvedora francesa de videogames com sede em Paris. A empresa foi fundada em 1997 por David Cage, escritor e diretor de vários videogames, entre eles “Omikron”. O restante da equipe que trabalhou no videogame pode ser consultado aqui.

O jogo foi apresentado pela editora britânica de videogames Eidos Interactive (uma companhia comprada em 2009 por Square Enix), que o lançou para Microsoft Windows em novembro de 1999 e para o console de videogames Dreamcast em junho de 2000. O jogo, entretanto, está disponível para compra em muitas plataformas, como na Amazon e na Square Enix, ou por meio dos serviços de distribuição digital dos videogames Steam e Gog.

De acordo com o site americano de videogames Gamespot, em “Omikron”, os jogadores têm a capacidade de encarnar diferentes personagens ou de enfrentar desafios que incluem “padrões de correspondência, aritmética simples, tarefas enfadonhas e alguns quebra-cabeças”.

Omikron, uma cidade fictícia

“Omikron” é o nome da cidade principal de um total de cinco no planeta Phaenon, onde se passa o jogo de aventura, e é um lugar futurista que se tornou inabitável desde o desaparecimento de seu único sol.

O cantor e compositor inglês David Bowie participou do videogame, onde interpretou o papel do ser virtual Boz. Bowie também fez a trilha sonora do jogo.

Segundo os teóricos da conspiração, uma citação do personagem Boz seria uma prova de que a nova variante do coronavírus é parte de um plano de dominação mundial. “Acordem, habitantes de Omikron! Reshev e seu governo corrupto os adormecem para poder controlá-los melhor. Eles lhes transformaram em marionetes que são manipuladas por Ix e pelos demônios. Unam-se àqueles que estão despertos e levantem-se para lutar por sua liberdade. Juntos podemos ganhar”, diz o personagem.

O jogo não foi desenvolvido nem pela Microsoft nem por Bill Gates

A equipe de verificação da AFP consultou a Microsoft sobre a autoria do videogame. Em um email de 17 de dezembro de 2021, um porta-voz da empresa respondeu:

“Este videogame não foi desenvolvido por Microsoft / Bill Gates”

Por meio de buscas na internet, foi possível verificar que a Microsoft criou uma divisão de produção de videogames em 2000 chamada Xbox Game Studios (anteriormente conhecida como “Microsoft Game Studios” e “Microsoft Studios”), que trabalhava com empresas de terceiros e outros estúdios para ajudar a desenvolver e publicar videogames com o nome de sua empresa para as plataformas Xbox, Xbox 360, Xbox One, Steam e Windows Store.

A Xbox Game Studios reúne 23 estúdios de desenvolvimento de jogos, mas a Quantic Dream não é um deles.

Nome baseado no alfabeto grego

A variante ômicron da covid-19 foi detectada por cientistas sul-africanos no final de novembro de 2021. Em 26 de novembro, a OMS a classificou como uma variante de preocupação.

O Grupo Consultivo Técnico sobre Evolução do Vírus SARS-CoV-2 e a Rede de Laboratórios de Referência da OMS, tendo consultado outros especialistas em nomenclatura virológica e microbiana, decidiu nomear as variantes do vírus causador da covid-19 pela ordem do alfabeto grego, por serem “mais fáceis de usar e mais práticas para os debates do público não científico".

As letras “Nu” e “Xi” foram omitidas para maior clareza: “Nu” soa similar à palavra “novo” em inglês (new) e “xi” é um sobrenome comum, como explicou à AFP aqui.

Foto de 2 de dezembro de 2021 mostrando uma seringa e uma tela com os nomes das principais variantes do SARS-CoV-2: alfa, beta, delta, gamma e ômicron ( AFP / Lionel Bonaventure)

Bill Gates, cofundador da Microsoft em 1975, lançou a Fundação Bill e Melinda Gates com sua ex-mulher em 2000. Segundo seu site, a Fundação dedicou um total de 53.800 milhões de dólares para financiar ações filantrópicas. O desenvolvimento e distribuição das vacinas contra covid-19 é uma das prioridades da fundação. A Fundação Bill e Melinda Gates já investiu um total de 1,75 bilhão de dólares na luta contra a covid-19, incluindo o financiamento da Covax, uma iniciativa global para garantir o acesso equitativo às vacinas contra o coronavírus.

A AFP já verificou anteriormente afirmações falsas sobre a variante ômicron, como alegações a respeito de um plano para o seu lançamento e sobre um suposto filme da década de 1960.

O Checamos também já verificou outras alegações falsas sobre Bill Gates (1, 2, 3).

COVID-19 VACINAS