O vídeo de um “morto” que se levanta mostra um protesto, não uma encenação da pandemia

Copyright © AFP 2017-2022. Todos os direitos reservados.

Um vídeo de uma transmissão televisiva ao vivo, na qual supostamente é possível ver um “morto” levantando-se de um saco para cadáveres, foi visualizado mais de 2.500 vezes desde, pelo menos, 7 de fevereiro de 2022. Segundo os usuários nas redes, a gravação mostraria uma falsa reportagem na Alemanha a respeito dos mortos pela covid-19, e a suposta farsa teria sido exposta quando um dos “atores” que interpretavam as vítimas se levantou enquanto a câmera ainda estava gravando. Mas a sequência, na verdade, corresponde a um protesto ambiental na Áustria, e o que se vê na reportagem são ativistas representando vítimas das mudanças climáticas e da poluição atmosférica.

“TEATRO. REPÓRTER NA ALEMANHA MOSTRA O NÚMERO DE MORTOS POR VARIANTE DA COVIDE, MAS UM DOS MORTOS SE LEVANTA NO MEIO DA FALSA REPORTAGEM”, diz uma das publicações compartilhadas no Facebook (1, 2, 3). Conteúdo similar circulou no Twitter (1, 2, 3) e Instagram (1, 2).

Captura de tela feita em 12 de fevereiro de 2022 de uma publicação no Facebook ( . / )

Conteúdo semelhante circula em polonês, eslovaco, romeno, e espanhol.

Na sequência, é possível ver na metade da tela e em primeiro plano a figura de um repórter durante uma transmissão televisiva e, atrás dele, dezenas de supostos cadáveres em sacos. Um deles se move ao tentar evitar que o saco seja levado pelo vento, e uma mulher se aproxima para ajudá-lo.

No vídeo, podem ser lidas as palavras “Wien: Demo gegen Klimap”, cuja tradução do alemão para o português é “Viena: Manifestação contra [...] clima”. Além disso, o repórter diz: “Decidiu-se implementar a Lei de Extensão de Energias Renováveis e a reforma tributária ecossocial. A Lei de Extensão de Energias Renováveis visa garantir a neutralização do clima na Áustria até 2030”.

Uma busca no Google por esse texto em alemão trouxe como resultado o canal do YouTube e o site da mídia austríaca Oe24, que contém o vídeo com a sequência viralizada, publicado em 4 de fevereiro de 2022. O protesto foi organizado nessa data pelo movimento ecologista Fridays for Future contra a ausência de objetivos nacionais para a redução de gases de efeito estufa na Áustria.

No vídeo completo publicado pelo meio austríaco é possível ver que as pessoas deitadas no chão estão vivas e somente estão cobertas por uma lona. O trecho que é mostrado nos vídeos viralizados corresponde ao momento em que um dos participantes luta para manter a lona em seu lugar devido ao vento, no minuto 1:24 da reportagem.

“Até sexta-feira [4 de fevereiro de 2022], 400 dias se passaram sem que a Áustria estabelecesse metas de redução de gases de efeito estufa, advertiu a plataforma ‘Fridays for Future’, que pontuou que isso é desastroso porque a crise climática se intensificou a cada tonelada de CO2. A organização apresentou 49 ‘bolsas climáticas para cadáveres’ em frente à Chancelaria Federal em Viena à tarde”, expõe também o artigo de Oe24.

Verena Matlschweiger, porta-voz do movimento ecologista na Áustria, disse em 8 de fevereiro de 2022 à AFP que o protesto “não tem relação com a covid-19”. “É a crise climática. Os cadáveres foram concebidos para serem um símbolo, não para que fossem vistos como cadáveres reais”, explicou.

Fridays for Future compartilhou em 5 de fevereiro de 2022 fotos da manifestação em suas redes sociais.

“Durante a ação de hoje da Fridays for Future, os ativistas representaram ‘mortos’ em frente ao edifício da Chancelaria Federal. Simbolizam as pessoas que morrerão como resultado do fracasso da política climática austríaca”, explicou também a organização em seu Twitter, em 4 de fevereiro de 2022.

O Checamos já verificou outras alegações similares, que afirmavam que a pandemia de covid-19 seria uma farsa ou conspiração (1, 2, 3).

COVID-19 VACINAS