Os fios pretos dentro das máscaras não são parasitas, mas fibras têxteis inofensivas

Publicado em 19/04/2021 às 21:45

Vídeos com experimentos que supostamente revelam que as máscaras contra covid-19 escondem parasitas em seu interior foram visualizados mais de 100 mil vezes em redes sociais ao menos desde o final de março. Nas gravações, compartilhadas em múltiplos idiomas, é possível ver pequenos fios pretos que, em alguns casos, se movem. No entanto, especialistas consultados pela AFP que recriaram os experimentos asseguraram que o que se vê não são organismos vivos, mas fibras que se aderem às máscaras e que se movem devido a correntes de ar ou por efeito da eletricidade estática.