É montagem a "notícia" do g1 com suposta fala de Lula sobre entrega de armas

Copyright © AFP 2017-2023. Todos os direitos reservados.

O portal de notícias g1 não reportou que o candidato à Presidência Luiz Inácio Lula da Silva (PT) disse que, se eleito, dará um prazo para que todos entreguem suas armas sem que haja punição. Uma captura de tela da suposta matéria somou mais de 2 mil interações nas redes sociais desde ao menos 9 de outubro. No entanto, a imagem traz sinais de manipulação e o conteúdo não consta no site de notícias, que informou não ter publicado reportagem com o título viral. A AFP não encontrou qualquer registro de que o ex-presidente tenha dado tal declaração.

"Daremos um prazo razoável para que todos possam entregar suas armas de forma espontânea sem punição", diz o título da suposta notícia, cuja captura de tela circula no Facebook, Instagram e Twitter.

Abaixo da manchete, lê-se: "Depois desse período vamos buscar via mandado de busca e apreensão estabelecidos pelo decreto em vigor". A captura é ilustrada com uma foto de Lula fazendo um discurso.

Captura de tela feita em 13 de outubro de 2022 de uma publicação no Facebook ( .)

A suposta declaração do presidenciável sobre o desarmamento circula a algumas semanas do segundo turno das eleições, em um cenário no qual o político do PT aparece à frente nas pesquisas.

Entretanto, uma busca pelos termos “Lula”, entregar” e armas” no site do g1 não levou a qualquer notícia com o título que aparece nas imagens virais.

Além disso, a captura de tela viralizada tem elementos que indicam manipulação: na tarja vermelha com o nome da editoria de “Política”, por exemplo, falta o ícone do logotipo do site. O nome do jornalista que assina a suposta matéria, “Paulo Canuto”, tampouco consta na lista de pessoas que integram a equipe de jornalismo do portal.

Comparação feita em 13 de outubro de 2022 entre uma captura de tela de uma publicação no Facebook (E) e uma notícia publicada pelo g1 ( .)

O g1 também publicou uma nota na qual afirma que a "imagem é uma montagem fraudulenta" e que "não publicou reportagem com esse título".

Uma busca no Google pela frase "Daremos um prazo razoável para que todos possam entregar suas armas de forma espontânea sem punição" leva somente a desmentidos, entre eles o do site de Lula, que afirma que "é absurda, inventada e maliciosa a sugestão do texto de que haverá 'mandado de busca e apreensão' ou qualquer decreto em caso de um novo governo petista".

O programa de governo de Lula não faz qualquer menção à devolução de armas.

Uma pesquisa nas redes do presidenciável (1, 2) tampouco levou a declaração semelhante.

O compartilhamento de notícias falsas tem sido uma estratégia de desinformação bastante utilizada durante a campanha eleitoral de 2022. O AFP Checamos já verificou algumas montagens relacionadas ao g1 (1, 2, 3).

Este conteúdo também foi verificado pela Agência Lupa, pelo Estadão Verifica e pelo Boatos.org.

Eleições 2022