Vídeo de aviões em formação é de 2020 e não tem relação com a invasão russa à Ucrânia em 2022

Copyright © AFP 2017-2022. Todos os direitos reservados.

Em meio à invasão da Rússia à Ucrânia em 24 de fevereiro de 2022, centenas de usuários compartilharam um vídeo mostrando aviões militares sobrevoando uma cidade com o som de sirenes aéreas ao fundo. As publicações e os comentários sugerem que a sequência corresponde à atual crise russo-ucraniana, mas isso é falso. A gravação original é de 2020 e retrata o ensaio de um desfile militar anual em Moscou.

“ATENÇÃO! Aviões militares da Rússia voando agroa pouco sobre a Ucrânia” e “AVIÕES RUSSOS SOBREVOAM A UCRÂNIA. SIRENES SÃO DISPARADAS ALERTANDO A POPULAÇÃO”, indicam as legendas de publicações compartilhadas no Facebook (1, 2, 3), Twitter (1, 2, 3), Instagram (1, 2) e Telegram, acompanhadas do vídeo, visualizado mais de 388 mil vezes desde o último dia 24 de fevereiro.

A sequência circula em vários idiomas como espanhol, chinês, birmanês e francês desde a noite em que o presidente russo, Vladimir Putin, lançou um ataque aéreo e terrestre contra a Ucrânia após meses de tensões.

Captura de tela feita em 25 de fevereiro de 2022 de uma publicação no Twitter ( . / )

Muitos dos usuários que comentaram e compartilharam o vídeo presumiram que as imagens estão relacionadas com a crise russo-ucraniana de 2022.

Mas a gravação é anterior ao conflito atual e não está relacionada a ele.

A AFP encontrou as mesmas imagens em um vídeo no YouTube, publicado em 4 de maio de 2020, do ensaio para o desfile militar anual do “Dia da Vitória” em Moscou, que se trata de uma comemoração que marca o fim da Segunda Guerra Mundial. O título da sequência diz: “Ensaio do desfile 04.05.2020. Parte aérea. Aeronave sobrevoando Tushino”.

Tushino é uma cidade que agora faz parte do noroeste de Moscou.

O vídeo das publicações viralizadas é um compilado editado de cenas vistas na versão mais longa de uma única tomada. A partir de uma comparação do vídeo original com o novo pode-se ver que a filmagem é a mesma, mas os trechos das publicações virais são cortados de forma diferente.

Em bancos de imagens de agências de fotografia e de imprensa também foram encontradas cenas desse ensaio de desfile aéreo (1, 2), em particular dos aviões de combate Sukhoi Su-30SM da patrulha aérea acrobática aérea do exército russo.

Além disso, na galeria de fotos da agência estatal russa RIA Novosti do ensaio do desfile realizado na mesma data do vídeo do YouTube, 4 de maio de 2020, se vê os aviões voando na mesma formação observada no vídeo viral.

Imagens da galeria de fotos da RIA Novosti (E) e trechos do vídeo publicado no Facebook (D). Colagem da AFP, capturas de tela feitas em 25 de fevereiro de 2022 ( . / )

Em 9 de maio de 2020, a AFP informou sobre o tradicional desfile aéreo militar e relatou que “dezenas de aviões de combate, reconhecimento e abastecimento, assim como helicópteros” sobrevoavam Moscou. Um fotógrafo captou os aviões de combate Sukhoi Su-57 de quinta geração sobre o Kremlin e a Praça Vermelha.

O aumento das tensões militares e diplomáticas entre a Rússia e a Ucrânia tem sido acompanhado por uma onda de desinformação nas redes sociais nas últimas semanas. A reciclagem de fotos e vídeos antigos apresentados em um contexto falso ou enganoso é uma forma comum de desinformação.

A AFP verificou outros conteúdos relacionados ao conflito entre a Rússia e a Ucrânia (1, 2, 3).

Conflito na Ucrânia