Raúl Castro permaneceu em Cuba depois dos protestos, não "fugiu" para a Venezuela

Atualizado em 22/07/2021 às 21:09

A fotografia do ex-presidente cubano Raúl Castro saindo de um avião circula pelo menos desde o último 12 de julho como se provasse que ele fugiu de Cuba para a Venezuela devido aos protestos iniciados em 11 de julho em seu país. No entanto, o irmão de Fidel Castro foi visto em Havana no dia 17 de julho, e o registro, compartilhado mais de mil vezes nas redes sociais, foi feito em janeiro de 2015 na Costa Rica.