Angélica não disse que sua família com Luciano Huck não tomará a vacina contra a covid-19

Copyright © AFP 2017-2020. Todos os direitos reservados.

Publicações compartilhadas milhares de vezes em redes sociais desde meados de janeiro asseguram que a apresentadora da rede Globo Angélica disse, à rádio Jovem Pan, que nem ela, nem sua família tomarão a vacina contra a covid-19. Isso é falso. A esposa de Luciano Huck, também apresentador da emissora e possível candidato à Presidência em 2022, não deu nenhuma entrevista a este veículo desde o início da pandemia. Em sua conta no Instagram, Angélica disse que todos em sua família irão se vacinar.

“Angélica esposa do Luciano Huck sendo entrevistada pela Jovem Pan Ela disse que é a favor de todo povo brasileiro toma vacina da China o repórter perguntou se ela tem coragem de tomar a vacina ela disse que nem ela e nem a família dela precisa tomar vacina porque eles têm a imunidade alta”, diz o texto compartilhado mais de 3.500 vezes no Facebook (1, 2, 3) desde o último dia 18 de janeiro.

A alegação, replicada também no Twitter e Instagram, começou a circular no mesmo dia do lançamento da campanha oficial de vacinação contra o novo coronavírus no Brasil.

Um dia antes, o governador de São Paulo, João Doria, já havia aplicado a primeira vacina contra a doença no país, imediatamente após a Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovar o imunizante desenvolvido pela farmacêutica chinesa Sinovac Biotech, em parceria com o Instituto Butantan. 

Captura de tela feita em 21 de janeiro de 2021 de uma publicação no Facebook

Uma busca no Google por menções ao nome de Angélica no site da Jovem Pan não localiza, contudo, qualquer registro de uma entrevista concedida pela apresentadora à rádio desde a detecção do novo coronavírus, em dezembro de 2019.

Pesquisas dentro do próprio site da Jovem Pan e em suas contas no Facebook e Twitter também não levam a nenhuma entrevista com a apresentadora publicada nesse período. Contactada por telefone em 21 de janeiro, a Jovem Pan confirmou ao AFP Checamos que não realizou nenhuma entrevista recente com a apresentadora.

Não há, ainda, registros de que Angélica tenha dado tal declaração em outra ocasião, como demonstrou uma busca no Google pelas palavras-chave “Angélica + vacina + imunidade + alta”.

Pelo contrário, em 14 de janeiro, Angélica afirmou, em sua conta no Instagram, querer receber a vacina e estar “imaginando o grande dia”.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

A post shared by @angelicaksy

Em 16 de janeiro, Luciano Huck se posicionou de maneira semelhante: “Eu vou tomar a vacina, minha família vai tomar a vacina, recomendo que as pessoas tomem a vacina e ponto final”.

Após usuários passarem a compartilhar a alegação viralizada, Angélica afirmou, nos stories de sua conta no Instagram: “Na nossa família todos irão se vacinar. Vacina é saúde. Saúde é vida”.

Captura de tela feita em 21 de janeiro de 2021 de stories publicado na conta da apresentadora Angélica no Instagram

Procurada pelo AFP Checamos, a assessoria de imprensa do apresentador Luciano Huck negou que Angélica tenha dado a declaração compartilhada nas redes. “É falso. Angélica não deu nenhuma entrevista”, afirmou.

Cotado para concorrer à eleição presidencial de 2022, Luciano Huck tem se consolidado como uma forte figura de oposição ao presidente Jair Bolsonaro, sendo disputado por múltiplos partidos para enfrentar o mandatário na próxima eleição.

O AFP Checamos já verificou outras alegações (1, 2) envolvendo o apresentador.

Este conteúdo também foi verificado pelas equipes da Agência Lupa e do Aos Fatos.

Em resumo, é falso que a apresentadora Angélica tenha afirmado à rádio Jovem Pan que ela e sua família não irão tomar a vacina contra a covid-19. Angélica não deu nenhuma entrevista a essa rádio desde o início da pandemia e tem se posicionado de maneira oposta em suas redes sociais.

AFP Brasil
CORONAVÍRUS Vacinas