O logo deste caminhão de testes de COVID-19 é um porco-formigueiro

Copyright © AFP 2017-2020. Todos os direitos reservados.

Publicações compartilhadas centenas de vezes nas redes sociais desde o último dia 22 de julho asseguram que instalações móveis nas quais são realizados testes de COVID-19 utilizam como logotipo uma imagem do deus egípcio “da morte”, Anúbis. O desenho, contudo, é a cabeça de um porco-formigueiro, ou aardvark, animal que dá nome à empresa proprietária dos veículos.

“Instalação do coronavirus com símbolo de anúbis o Deus da Morte egípcio, nada é coincidência nesse mundo tudo é planejado e orquestrado por uma elite ocultista [sic], indica a legenda de uma das publicações no Facebook (1, 2, 3). Somadas, as postagens têm mais de 680 compartilhamentos desde o final do mês de julho.

O texto é acompanhado por duas fotos do caminhão de uma instalação de teste móvel com a palavra “COVID-19” que, no lugar da letra “O”, tem um desenho dentro de um círculo vermelho. Junto às fotografias pode-se ver uma representação de Anúbis, o deus-chacal egípcio, guardião das tumbas e senhor dos embalsamadores.

Captura de tela feita em 4 de agosto de 2020 de uma publicação no Facebook

Esta teoria também circulou no Twitter (1, 2) e em outros idiomas, como espanhol, que conta com versões de que o logotipo corresponderia à divindade satânica Baphomet, e inglês, que registrou mais de 25 mil compartilhamentos.

Uma busca reversa pelas imagens do caminhão mostra em seus resultados um tuíte da companhia norte-americana Aardvark Mobile Tours, que oferece propostas de marketing com veículos.

De acordo com o seu site, a Aardvark (ou “porco-formigueiro”), com sede em Conshohocken, na Pensilvânia, adaptou o seu negócio de plataformas móveis em resposta à pandemia do novo coronavírus, projetando dois caminhões como centros móveis de testes.

Um dos caminhões começou a circular na Flórida, como assinala este artigo do Miami Herald. O fotógrafo da AFP Chandan Khanna também registrou imagens da instalação em Miami Beach no último dia 24 de julho.

Homem passa perto de um caminhão de testes de COVID-19 em Miami Beach, nos Estados Unidos em 24 de julho de 2020

“Os caminhões de testes têm a silhueta de um porco-formigueiro porque a empresa responsável pelos caminhões é a Aardvark Mobile Health, uma divisão da Aardvark Mobile Tours, indicou uma porta-voz da companhia à AFP por e-mail.

“O logotipo da Aardvark Mobile Tours foi criado em 2007 e inclui a cabeça do porco-formigueiro, que é o que se vê no logotipo da instalação de testes de COVID-19”, acrescentou.

A empresa ainda explicou que não atribui nenhum simbolismo ao porco-formigueiro, uma criatura noturna de focinho longo originária da África.

O fundador e diretor-executivo da Aadvark, Larry Borden, “originalmente escolheu o nome devido ao duplo A no início, o que significa que a companhia apareceria no começo da lista telefônica”, explicou a porta-voz.

Em resumo, é falso que os caminhões de testes de COVID-19 da companhia Aardvark Mobile Health tenham como logotipo o deus egípcio Anúbis, ou Baphomet, como indicam algumas postagens em espanhol. Na realidade, trata-se da cabeça de um porco-formigueiro.

Tradução e adaptação
AFP Uruguay
AFP Brasil
CORONAVÍRUS