Neste vídeo a polícia recupera pacotes perdidos, não votos descartados das eleições nos EUA

Copyright © AFP 2017-2020. Todos os direitos reservados.

Uma gravação que mostra policiais recolhendo grandes sacolas foi compartilhada mais de 22 mil vezes nas redes sociais desde o último dia 7 de novembro junto com a afirmação de que seriam cédulas de votação das presidenciais norte-americanas de 3 de novembro. Mas isto é falso: os pacotes encontrados são pedidos extraviados da Amazon, não cédulas para votação, de acordo com informações da empresa e da polícia.

“Joe Biden ainda não foi eleito, com certeza vai cair na Suprema Corte por fraude. As fraudes começam aparecer” e “Enquanto isso nos EUA , cédulas de votos continuam sendo encontradas descartadas”, indicam as legendas das postagens que acompanham o vídeo no Facebook (1, 2, 3), visualizado mais de 386,5 mil vezes.

A sequência mostra policiais retirando sacolas transparentes de uma vegetação, focando depois em pequenos pacotes e envelopes azuis e brancos.

As imagens, que circularam no Instagram e Twitter (1), também foram encontradas em outros idiomas, como alemão, espanhol e francês.

Captura de tela feita em 18 de novembro de 2020 de uma publicação no Facebook

Em 7 de novembro, data em que a gravação começou a ser encontrada nas redes sociais, foi anunciado que o democrata Joe Biden havia vencido as eleições norte-americanas após ultrapassar os 270 votos eleitorais necessários.

Pacotes da Amazon

No vídeo viralizado é possível ver a marca d’água de um usuário da rede social TikTok. De fato, a sequência foi publicada em sua conta no último dia 7 de novembro.

Nos cerca de 800 comentários em sua publicação, vários usuários dizem reconhecer pacotes da Amazon; outros, por sua vez, observam a presença no vídeo de um caminhão da empresa e o associam a um centro de distribuição próximo. Outros ainda afirmam que as imagens foram registradas no condado de Boone.

Com as informações sobre o condado e a instalação da Amazon, a equipe de checagem da AFP pôde encontrar por meio do Google Street View o local onde foi gravada a sequência: no estado de Kentucky. Pode-se ver, inclusive, a mesma loja de waffles, a curva e o centro de envios da companhia norte-americana.

“A gravação foi feita a partir de um caminhão da Amazon em Hebron, Kentucky, na esquina da ‘KY237 com a Litton’, e não tem nada a ver com cédulas eleitorais, ou nada semelhante”, assegurou à AFP o tenente Philip Ridgell, da polícia do condado de Boone.

Segundo detalhou, os oficiais encontraram os pacotes no acostamento da estrada em 7 de novembro e posteriormente entraram em contato com a Amazon. “Lá, nos confirmaram que eram pacotes do centro de armazenamento”, assinalou.

Um porta-voz da gigante varejista, por sua vez, indicou à AFP que o vídeo se trata de uma tentativa de espalhar informações falsas. Após uma investigação interna do caso, foi confirmado que não havia cédulas de votação no conteúdo encontrado.

A equipe de checagem da AFP já verificou outras afirmações relacionadas a uma suposta descoberta de cédulas de votação descartadas ou queimadas, além de alegações de fraude eleitoral nas presidenciais dos Estados Unidos este ano.

Este conteúdo também foi verificado pela agência alemã DPA.

Em resumo, o vídeo não mostra a descoberta de cédulas de votação que foram descartadas nas últimas eleições dos Estados Unidos, e sim pacotes da Amazon, no condado de Boone, no estado do Kentucky, sem qualquer relação com o pleito.

Tradução e adaptação
AFP Brasil
Eleições EUA 2020