Iniciativa legal chilena sobre direitos de pessoas que menstruam não substitui a palavra “mulher”

Publicado em 19/05/2022 às 22:44

Uma captura de um artigo que assegura que o Congresso do Chile aprovou um “novo projeto que substituirá a palavra ‘mulher’ por ‘pessoa menstruada’” foi compartilhada milhares de vezes em redes sociais desde 15 de maio de 2022. Mas o projeto de lei citado, e que ainda está em discussão no Parlamento chileno, não pretende substituir a palavra “mulher” em termos gerais, mas refere-se a “pessoas que menstruam” em uma iniciativa legal que busca promover, resguardar e garantir os direitos das mulheres, homens trans ou pessoas que se identificam como não binárias e passam pela menstruação.