O presidente do Peru, Pedro Castillo, fala à imprensa ao chegar ao Congresso Nacional em Lima, em 05 de abril de 2022 ( AFP / ERNESTO BENAVIDES)

Não há registro de que Pedro Castillo tenha sugerido que a população peruana "coma pombo"

Copyright © AFP 2017-2022. Todos os direitos reservados.

Publicações que somam centenas de interações nas redes sociais desde 5 de abril de 2022 asseguram que o presidente do Peru, Pedro Castillo, teria sugerido o consumo de carne de pombo, no âmbito dos protestos contra o aumento dos preços de combustíveis e alimentos no país. Mas não há registro dessa orientação e a Secretaria-Geral da Presidência peruana desmentiu a frase à AFP.

“Todo nosso apoio lá ao povo peruano que hoje parou o país em protesto ao governo socialista de Pedro Castillo que orientou seu povo a comer pombo!”, indicam publicações no Twitter e no Facebook.

Conteúdo semelhante também circula em espanhol.

Captura de tela feita em 7 de abril de 2022 de uma publicação no Twitter ( . / )

As publicações foram compartilhadas depois que a destituição de Castillo não foi aprovada no Congresso em 28 de março, dia em que começaram protestos em Lima e no porto de Callao devido ao aumento dos preços dos combustíveis e alimentos no país.

Algumas publicações em espanhol se baseiam na captura de tela de um tuíte que parece ter sido publicado pelo jornal peruano La República. Mas o usuário que pode ser visto na imagem (@larepublica_pe, com i maiúsculo em vez de l) era identificado como uma conta de paródia. No momento da publicação desta verificação, a conta estava suspensa.

Uma busca avançada no site do jornal e em suas redes sociais (1, 2, 3), assim como em suas versões arquivadas (1, 2, 3, 4), não levou a resultados sobre a suposta declaração. Por sua vez, a editoria de verificação do La República negou a publicação da suposta fala. 

Uma busca pelas palavras-chave “Castillo” e “carne de paloma” [carne de pombo, em espanhol] no Google tampouco localizou publicações oficiais que indicassem que o presidente tenha feito tal afirmação. 

Também não foram encontrados registros das declarações viralizadas nas redes sociais de Castillo (1, 2, 3), nem em suas versões arquivadas (1, 2, 3). Também não foram obtidos resultados em buscas feitas no site da Presidência, em suas redes sociais (1, 2, 3) nem nas versões arquivadas (1, 2, 3, 4).

À equipe de checagem da APF, a Secretaria-Geral do gabinete presidencial peruano negou a suposta declaração de Castillo sobre carne de pombo.