O vídeo da mulher que se nega a sentar ao lado de um passageiro não vacinado é ficcional

Copyright © AFP 2017-2021. Todos os direitos reservados.

A sequência que mostra uma mulher irritada em um avião e discutindo com uma comissária de bordo por não querer se sentar ao lado de um passageiro não vacinado contra a covid-19 foi compartilhada milhares de vezes em vários idiomas desde o início de novembro de 2021. As publicações nas redes sociais comemoram o fato de a mulher, por fim, ter sido expulsa da aeronave pelo piloto. Mas a cena não é real: trata-se de uma filmagem feita com atores. A AFP identificou os nomes do diretor e dos produtores e atores vistos no breve vídeo.

A cena, compartilhada no Facebook (1, 2, 3), no Instagram (1) e no Twitter (1, 2), é apresentada como real: “Mulher não quis sentar ao lado de passageiro não vacinado, queria sentar em outro banco, criou confusão. Veio o piloto e disse que no avião dele, ele não iria aceitar discriminação contra não vacinados e pediu pra mulher se retirar do avião”, indica um tuíte.

Na sequência, a protagonista discute acaloradamente com a comissária de bordo: “Não quero me sentar ali! Quer que eu chame a polícia? (...) Você está violando nossos direitos e nossa segurança... Eu pedi a ele sua carteira de vacinação e ele não a tem porque não está vacinado”, exclama, aparentemente apontando para um passageiro que não aparece na câmera.

No final do vídeo, a situação é resolvida pelo piloto, que entra na cabine e diz à mulher: “Não haverá discriminação no meu avião. Vacinados ou não vacinados, devemos respeitar uns aos outros. E como é óbvio que você tem um problema com isso, por favor, abandone o avião”.

Captura de tela feita em 12 de novembro de 2021 de uma publicação no Twitter ( . / )

A gravação também foi compartilhada em publicações em alemão, inglês, francês, espanhol, holandês e eslovaco.

No entanto, essa cena não é real: ela foi interpretada por atores e, posteriormente, viralizou fora de contexto.

Um filme

A AFP rastreou a fonte original do vídeo até o canal no Facebook do influencer norte-americano Prince Ea, cujo nome é Richard Williams, onde o registro foi publicado em 1º de novembro de 2021.

Inicialmente o conteúdo tinha a seguinte descrição em inglês: “VAXXED OR UNVAXXED, NO ONE SHOULD BEHAVE LIKE THAT” (em português: “Vacinado ou não vacinado, ninguém deveria se comportar assim”). Depois, ela foi trocada por “SHE MUST HAVE BEEN HAVING A BAD DAY” (em português: “Ela deve ter tido um dia ruim”).

Finalmente, foi feita uma terceira mudança, algumas horas depois, acrescentando à descrição que o vídeo havia sido feito apenas “com fins de entretenimento”.

Captura de tela feita em 11 de novembro de 2021 do histórico de edições da publicação de Prince EA no Facebook ( . / )

Em seu perfil no Facebook, Prince Ea se concentra na produção de vídeos virais com títulos “clickbait”, ou seja, idealizados para deixar as pessoas curiosas e atrair cliques, como é o caso de “Racist Lady Got Covid-19. What happened next will shock you” (em português, “Mulher racista pega covid-19. O que aconteceu depois irá chocar você”) e “Karen humiliates a fat woman, she immediately regrets it” (“Karen humilha uma mulher gorda, ela imediatamente se arrepende”).

Uma busca por mais informações sobre o caso nas redes sociais levou a um tuíte do usuário HoaxEye, que detalha que o clipe viralizado tem uma página própria no site IMDb, uma base de dados cinematográfica. Lá, indica-se que a data de estreia foi 1º de novembro, coincidindo com a primeira publicação de Prince Ea no Facebook.

De acordo com a ficha técnica no IMDb, o vídeo é intitulado “Covid Flight”, o diretor é Jamie Hull Greenwood, os produtores são Jake Cauty e Prince Ea. O papel do piloto foi interpretado por Sean Pogmore, e o da passageira enfurecida, por Diana Winter. Esses atores são semelhantes aos personagens vistos na sequência compartilhada nas redes.

Em 27 de outubro, Greenwood publicou em seu perfil no Instagram imagens da filmagem no avião. Mais tarde, tornou sua conta inacessível ao público, mas a AFP chegou a fazer capturas de tela de suas postagens enquanto sua conta ainda era pública.

Em uma delas pode-se ver ao fundo o piloto, a passageira e a comissária de bordo do vídeo viral. Na publicação, Greenwood escreveu: “Um grande elenco (...), um prazer dirigir”. Em outra, ele afirma diretamente que está “filmando em um avião para Prince Ea e dirigindo um curta-metragem”.

Captura de tela feita em 11 de novembro de 2021 de uma publicação no Instagram ( . / )
Captura de tela feita em 11 de novembro de 2021 de uma publicação no Instagram ( . / )

 

 

A AFP entrou em contato com Prince Ea e também com Diana Winter, Jake Cauty e Jamie Hull Greenwood, mas nenhum deles respondeu até a publicação deste artigo.

Tradução e adaptação
COVID-19 VACINAS