Este vídeo foi gravado no Azerbaijão em outubro de 2019 e não tem relação com o coronavírus

Um vídeo de agentes de segurança prendendo pessoas de forma violenta circula nas redes sociais desde o início de abril garantindo que a polícia da Hungria estava detendo desta maneira “as pessoas de 50 anos ou mais” para obrigá-las a cumprir as medidas de isolamento decretadas devido à pandemia do novo coronavírus. A alegação é falsa. Na verdade, as imagens foram gravadas durante um protesto realizado no Azerbaijão em outubro de 2019.

“Esta é a situação na Hungria, estão pegando as pessoas de 50 anos ou mais, das ruas, jogando-os para vans da polícia como animais, para serem colocados em quarentena em centros governamentais. Deus!”, diz alegação replicada em diversas publicações no Facebook (1, 2, 3, 4), ao menos desde o último dia 8 de abril.

Captura de tela feita em 24 de abril de 2020 mostra vídeo publicado no Facebook

Postagens semelhantes circularam amplamente em espanhol (1, 2, 3), somando mais de 40 mil compartilhamentos. O mesmo vídeo também foi compartilhado em português como se tivesse sido filmado na Turquia e, em inglês, como se as detenções tivessem ocorrido na Espanha. 

Todas estas versões são falsas. Na verdade, a sequência foi gravada em Baku, capital do Azerbaijão, em outubro de 2019 - meses antes da detecção da COVID-19 na cidade chinesa de Wuhan.

No canto superior esquerdo do vídeo é possível ver a inscrição “TOPLUM TV”. Uma busca por este termo no Google mostra que se trata de um canal de notícias do Azerbaijão.

Além disso, o uniforme dos agentes de segurança traz inscrito o termo “Polis”, enquanto a palavra para polícia em húngaro é “rendőrség”.

Uma busca reversa por capturas de tela da gravação permitiu localizar uma versão do mesmo vídeo publicada no YouTube em 21 de outubro de 2019 por um veículo de notícias do Azerbaijão, Meydan TV. O título do vídeo diz, em tradução do azerbaijano: “Imagens de violência policial e insultos a manifestantes”.

Já a legenda diz, também em tradução livre: “Autoridades e oficiais do YAP [o governista Partido Novo Azerbaijão] garantem que a polícia não exerceu violência durante o protesto de 19 de outubro. Reunimos para vocês imagens da violência durante estes protestos. Decidam por vocês mesmos. Compartilhem para que cheguem às autoridades, talvez tomem medidas”.

As ações da polícia durante os protestos realizados em Baku, nos quais os manifestantes foram às ruas contra o partido governante, foram amplamente reportadas por meios de comunicação (1, 2) e por organizações internacionais como a Human Rights Watch.

Em resumo, o vídeo em que agentes de segurança prendem violentamente pessoas nas ruas foi gravado durante um protesto realizado na capital do Azerbaijão em outubro de 2019, meses antes do início da pandemia de COVID-19.