Vídeo mostra um ataque israelense em Gaza em 2021, não o Ministério da Defesa ucraniano

Copyright © AFP 2017-2022. Todos os direitos reservados.

A gravação do colapso de um edifício após um ataque aéreo foi visualizada mais de 26 mil vezes nas redes sociais desde, pelo menos, 25 de março de 2022 junto à alegação de que a sequência mostra o Ministério da Defesa da Ucrânia após um ataque russo. Mas a afirmação é falsa: o vídeo corresponde a um ataque israelense contra um edifício na Faixa de Gaza em maio de 2021.

“Os prédios que caem pertencem ao Ministério da Defesa da Ucrânia, os russos avisaram com antecedência que seriam atacados com a nova arma”, dizem as publicações compartilhadas no Twitter, no Facebook e no TikTok.

Captura de tela feita em 29 de março de 2022 de uma publicação no Twitter ( . / )

Ainda segundo os usuários, a sequência mostraria a “estreia em combate” do “Míssil Hipersônico Kinzhal” por parte das forças russas.

Origem do vídeo

Na gravação compartilhada, é possível ver um nome de usuário sobre as imagens: @omaralsersawi.

Uma pesquisa por esse nome no buscador Google trouxe como resultado um fragmento de 35 segundos do vídeo viral, hospedado desde 14 de maio de 2021 no canal do YouTube da CGTN, a emissora de notícias em inglês da rede de canais da Televisão Central da China.

A descrição do vídeo, intitulado “Israeli attack destroys building in Gaza” (“Ataque israelense destrói edifício em Gaza”), diz: “Este vídeo de @omaralsersawi no Instagram capturou o momento em que a torre Al-Sharouk, na faixa de Gaza, foi bombardeada por caças israelenses na quarta-feira”.

A AFP buscou o usuário no Instagram e localizou o vídeo original, publicado em 12 de maio de 2021.

Na legenda da publicação é possível ler, em árabe: “Momento em que o edifício Al-Sharouk desabou após ser atingido pelos aviões de ocupação”.

O vídeo também foi compartilhado pelas contas no Facebook e no Twitter da emissora de notícias norte-americana ABC News, com o crédito correspondente.

O ataque foi parte da escalada de violência entre Israel e Hamas em maio de 2021. A AFP reportou o bombardeio do edifício Al-Sharouk e conta com diversas fotografias de seu desabamento.

Fumaça gerada pelo edifício Al-Sharouk, atingido por um ataque aéreo israelense na cidade de Gaza em 12 de maio de 2021 ( AFP / Mohammed Abed)

Em 28 de março de 2022, o usuário @omaralsersawi editou sua publicação no Instagram para explicar, em inglês, que o vídeo mostra o “efeito de um ataque israelense na cidade de Gaza, não na Ucrânia”.

Em 30 de março de 2022, mais de um mês depois de iniciada a invasão russa à Ucrânia, não havia registro de que o exército russo tivesse atacado o Ministério da Defesa ucraniano.

Sobre o míssil hipersônico Kinzhal, mencionado nos conteúdos viralizados, a Rússia alegou tê-lo utilizado em 18 de março de 2022 para destruir um depósito de armamentos e munição no oeste da Ucrânia, próximo à fronteira com a Romênia. Segundo analistas, foi a primeira vez que armas desse tipo foram usadas em combate no mundo.

A AFP já verificou outros conteúdos falsos ou tirados de contexto que circulam relacionados ao conflito.

Tradução e adaptação
Conflito na Ucrânia