O vídeo em que um político é jogado dentro de esgoto é uma encenação

Copyright © AFP 2017-2022. Todos os direitos reservados.

Algumas semanas antes das eleições municipais marcadas para 15 de novembro, usuários passaram a compartilhar um vídeo que parece mostrar um político sendo jogado dentro de um esgoto a céu aberto por não cumprir uma promessa de campanha. Mas, embora muitos tenham parabenizado os moradores pela suposta atitude, trata-se de uma encenação produzida por um grupo comunitário brasileiro que cria vídeos fictícios para refletir problemas locais.

“Vereador não cumpre promessa, veja o que a população fez”, diz texto que acompanha a gravação em publicações visualizadas mais de meio milhão de vezes no Instagram (1, 2, 3, 4), desde o último dia 16 de outubro.

No vídeo, um homem de camisa social anda por uma área empobrecida, acompanhado por mulheres e crianças, e pode ser ouvido dizendo: “É muita água, é muito lixo, é muito entulho descendo aqui. E não pode ficar assim, a gente vai resolver isso”.

Em seguida, um texto indica que o homem retornou ao local após quatro anos. Nas imagens, um morador parece mostrar que o problema não foi resolvido e, então, empurra o suposto político dentro de um esgoto a céu aberto. “Estão certos, mostraram que não esqueceram das falsas promessas”, comentou um usuário em uma das postagens. 

Captura de tela feita em 21 de outubro de 2020 de vídeo publicado no Instagram

O conteúdo também circula no Facebook (1, 2, 3), além de já ter sido compartilhado com alegação semelhante em países como Quênia, Malásia e Colômbia.

Em algumas das postagens, é possível identificar uma marca d’água com o nome “Portal Engomadeira” na gravação. Uma busca no Google por este termo junto às palavras-chave “político” e “empurrado” leva uma versão mais longa do vídeo publicada em 14 de maio de 2019 na conta do Portal Engomadeira no YouTube.

O título da publicação é o primeiro indício de que o vídeo não retrata uma situação real: “População joga político no esgoto a céu aberto #Encenação #Gravação”. A versão mais longa do conteúdo também inclui um texto, semelhante ao utilizado em filmes, que diz: “Produção Erico Silva”.

Captura de tela feita em 21 de outubro de 2020 de vídeo publicado no YouTube

Cena fictícia

A partir dos 3 minutos e 17 segundos do vídeo completo, os participantes da gravação deixam claro que as cenas anteriores haviam sido encenadas.

Nesse ponto, o homem que antes representava um político é apresentado como o vice-presidente da Associação de Moradores de Engomadeira, bairro de Salvador, na Bahia, e afirma:

“Esse é um vídeo que a gente faz pra mostrar pra nossa população o quanto nós somos renegados durante quatro anos. É muito tempo pra esperar novamente para que tudo aconteça”.

Em seguida, outro participante reforça a mensagem: “Hoje falamos aqui um pouco sobre a realidade do que acontece nas comunidades periféricas, porque muitos políticos chegam, fazem prometer fundos e fundos e, na realidade, só querem se autopromover”. Logo, apresenta como “atores” outros homens que protagonizaram a gravação viralizada.

Respondendo a um usuário que questionou se o vídeo seria real nos comentários da publicação no YouTube, o Portal Engomadeira esclareceu que o “problema é real”, mas que todos vistos na gravação eram atores. 

Captura de tela feita em 21 de outubro de 2020 de comentário em um vídeo publicado no YouTube

De fato, na página do Portal Engomadeira no Facebook é possível ver múltiplos vídeos (1, 2, 3) protagonizados pelo suposto político da gravação compartilhada nas redes.

Em resumo, o vídeo viralizado não mostra um vereador que foi empurrado dentro de um esgoto a céu aberto por não cumprir uma promessa de campanha. A gravação, compartilhada pouco antes das eleições municipais de 2020, foi encenada por atores para representar os problemas vividos em sua comunidade, em Salvador.

Tradução e adaptação
Eleições 2020