Este vídeo é anterior à erupção em Tonga em janeiro de 2022 e foi gravado na Indonésia

Copyright © AFP 2017-2022. Todos os direitos reservados.

Um vídeo que mostra algumas pessoas sendo arrastadas por uma onda que invade a superfície terrestre foi visto mais de 49 mil vezes nas redes sociais desde 15 de janeiro de 2022 com mensagens associando-o ao tsunami registrado após a erupção submarina de um vulcão em Tonga, no Oceano Pacífico. Mas isso é falso. A sequência foi gravada em dezembro de 2021 e mostra o rio Kampar, na Indonésia.

“A erupção de um vulcão submarino neste sábado dia 15 /01 , provocou um tsunami na ilha de Tonga, no sul do pacífico”, disse uma das publicações que compartilha um vídeo com 13 segundos de duração no Facebook (1, 2).

As imagens, que também circulam no Twitter (1, 2) ⎼ com uma versão de 30 segundos do vídeo ⎼, mostram inicialmente um homem batendo em uma árvore enquanto três pessoas ao fundo fogem de uma corrente de água. Segundos depois, o grupo é visto correndo enquanto ainda gravava a cena com seus telefones celulares, mas acabou sendo arrastado por uma onda.

Captura de tela feita em 19 de janeiro de 2022 de uma publicação no Facebook ( . / )

Conteúdo semelhante também foi compartilhado em espanhol, inglês e francês.

Em 15 de janeiro de 2022, uma erupção do vulcão submarino Hunga Tonga-Hunga Ha'apai em Tonga, um país localizado em um arquipélago no Pacífico Sul, desencadeou um tsunami que inundou algumas costas no Pacífico, do Japão aos Estados Unidos.

Autoridades de países como Equador e Chile emitiram alertas de tsunami. No Peru, duas mulheres se afogaram em uma praia na região de Lambayeque (norte) devido a “ondas anormais” após a erupção.

No entanto, as imagens viralizadas nas redes sociais não estão relacionadas a essa erupção.

Vídeo antigo da Indonésia

Buscas reversas por fotogramas-chave da sequência, realizadas por meio da ferramenta InVID WeVerify, levaram a uma versão mais longa do mesmo vídeo, de 3:25 minutos, publicada em 6 de dezembro de 2021 no canal do YouTube “MEMBAYANG TV”:

A partir do segundo 50, o mesmo homem que atingiu a árvore na sequência transmitida nas redes sociais é visto falando direcionado à câmera em indonésio, a outras pessoas ao fundo. O jovem diz que quer imitar um truque viral de um habitante da província indonésia de Sumatra do Norte, que se gravou socando uma árvore até que o tronco se partisse.

“Vou bater na árvore como [o rapaz] do [vídeo viral]... por favor, assista ao meu vídeo para que possamos colaborar juntos em ‘Ombak Bono’”, diz ele.

“Ombak Bono” é um fenômeno natural que ocorre no rio Kampar, na província indonésia de Riau. Ali, o encontro das correntes do rio e do mar gera ondas que podem chegar a cinco metros de altura e velocidades de 40 quilômetros por hora, nas quais os habitantes locais aproveitam para surfar.

Abaixo está uma comparação de captura de tela do vídeo viralizado (à esquerda) e a gravação original:

Comparação de capturas de tela, feita em 19 de janeiro de 2022, do vídeo original (D) e da sequência viralizada ( . / )

Este canal do YouTube compartilhou vídeos do mesmo homem no lugar (1, 2, 3).

No título da gravação publicada no YouTube pelo jovem em 6 de dezembro de 2021, também é identificado o nome “Rina Rina Bono”, uma usuária que publicou, nessa mesma data, uma gravação da cena de outro ângulo.

Nessa sequência, percebe-se que a mulher identifica uma onda e foge quando ela se aproxima.

A comparação a seguir mostra que o vídeo viral e a gravação compartilhada por Rina Bono correspondem ao mesmo evento:

Comparação de capturas de tela, feita em 19 de janeiro de 2022, do vídeo de Rina Rina Bono (D) e do vídeo viral ( . / )

Esta usuária do YouTube também gravou vários vídeos (1, 2, 3) sobre o “Ombak Bono” e a crescente do rio.

De fato, a mídia indonésia Tribunnews.com publicou uma reportagem (1) em dezembro de 2021 explicando que Rina Bono é uma “youtuber” iniciante que ficou famosa nas redes sociais pelo vídeo em que desafiou o “Ombak Bono” em Teluk Meranti, uma aldeia às margens do rio Kampar, junto com os demais produtores de conteúdo para redes sociais que aparecem na sequência viralizada.

“Tínhamos planejado criar conteúdo desafiando o ‘Ombak Bono’ na praia. Naquele momento, as ondas estavam realmente altas em Ogis Beach”, disse a mulher ao canal.

Clima