Foto de multidão em Copacabana foi feita durante visita do papa em 2013, não em ato pró-Bolsonaro

Copyright © AFP 2017-2021. Todos os direitos reservados.

“Copacabana hoje”, dizem publicações compartilhadas mais de 10 mil vezes em redes sociais desde o último dia 1º de maio, quando simpatizantes do presidente Jair Bolsonaro realizaram manifestações pró-governo em diversas cidades do país. Mas a foto viralizada não mostra um desses atos. O registro foi feito em julho de 2013, quando o papa Francisco celebrou uma missa na praia do Rio de Janeiro durante a Jornada Mundial da Juventude.

Amplamente compartilhadas no Facebook (1, 2, 3), Twitter (1, 2, 3) e Instagram, as publicações elogiam o suposto alto comparecimento a um dos atos pró-Bolsonaro realizados no Dia do Trabalho. “A imagem deixou a esquerda apavorada!! Copacabana parou o Rio!”, diz uma das postagens, que também circulam em espanhol.

Promovidos igualmente em São Paulo e Brasília, os protestos tinham como um dos lemas a frase “Autorizo Bolsonaro”, que, há duas semanas, disse estar esperando “um sinal do povo” para “tomar medidas” contra as restrições adotadas por governos locais para combater a propagação da covid-19.

Captura de tela feita em 3 de maio de 2021 de uma publicação no Facebook

Uma busca reversa na ferramenta TinEye mostra, no entanto, que a foto viralizada não tem qualquer relação com os protestos do último dia 1º de maio.

A mesma imagem foi localizada em uma galeria de fotos do site norte-americano Huffpost sobre a passagem do papa Francisco pelo Rio de Janeiro em julho de 2013, por ocasião da Jornada Mundial da Juventude. No site, a foto é creditada à agência de notícias AP.

Uma busca no portal da agência confirma que o registro foi feito em 28 de julho de 2013 pelo fotógrafo Felipe Dana. Na parte inferior da imagem é possível ver, inclusive, o “papamóvel” - veículo especial utilizado pelo papa em aparições públicas -, como detalha a AP.  

Captura de tela feita em 3 de maio de 2021 de foto publicada no banco de imagens da AP

Neste vídeo, feito pela AFP no mesmo dia, é possível observar com mais detalhes a chegada do papamóvel a Copacabana. 

Foto muito semelhante à viralizada também foi feita pela AFP em 28 de julho de 2013. Nesta data, mais de 3 milhões de fiéis se reuniram em Copacabana para assistir à missa final da Jornada Mundial da Juventude, evento católico realizado a cada dois ou três anos em uma cidade escolhida pelo papa. Em 2013, o Brasil era governado pela presidente Dilma Rousseff.

O comparecimento ao ato pró-Bolsonaro do último dia 1º de maio foi consideravelmente inferior, como é possível ver em fotos feitas por veículos locais e pelo Centro de Operações do Rio de Janeiro.

O AFP Checamos já verificou diversas outras imagens atribuídas incorretamente a manifestações a favor do presidente Jair Bolsonaro (1, 2, 3).

AFP Brasil