Vídeo mostra manifestantes entrando em faculdade, não em igreja em Joinville

Copyright © AFP 2017-2023. Todos os direitos reservados.

Um vídeo de manifestantes entoando palavras de ordem dentro de uma faculdade circula em redes sociais como se retratasse a invasão a uma igreja. O conteúdo soma mais de um milhão de visualizações desde 18 de outubro de 2022. No entanto, ferramentas de geolocalização permitem diferenciar os dois edifícios, que ficam no mesmo pátio, em Joinville (SC). A Igreja da Paz disse à AFP que o ato não teve “nada a ver” com a paróquia e que seu prédio não foi invadido.

“Agora a noite militantes petistas invadiram Igreja da Paz em Joinville SC”, diz o texto de publicações compartilhadas no Twitter, TikTok, Facebook, Instagram e YouTube, ora com imagens de dentro da instituição, ora de fora.

O conteúdo também chegou ao WhatsApp do AFP Checamos, para onde os usuários podem enviar conteúdos vistos em redes sociais, se duvidarem de sua veracidade.

Captura de tela feita em 20 de outubro de 2022 de uma publicação no Twitter ( .)

Mas a gravação não mostra uma invasão a uma igreja.

Buscas por palavras-chave no Twitter levaram a publicações de pastores atuantes na cidade desmentindo a alegação e indicando que o protesto ocorreu no prédio Deutsche Schule da faculdade Ielusc, em Joinville (1, 2).

Uma pesquisa pelos termos “manifestação” e “Ielusc” levou a notícias de portais locais reportando uma manifestação após a demissão de uma professora por um posicionamento político nas redes sociais (1, 2).

Duas semanas antes, a faculdade de fato havia divulgado um comunicado sobre a demissão. “A opinião expressa pela professora da Faculdade, em uma rede social pessoal (privada), em nenhum aspecto nos representa. A professora está afastada”, diz a nota.

A instituição de ensino compartilha o pátio com a Igreja da Paz, citada em publicações.

Contatada pela AFP em 19 de outubro de 2022, a Igreja da Paz afirmou que o ato não teve “nada a ver” com a paróquia e que não houve invasão. Mais tarde, divulgou um comunicado em suas redes sociais confirmando a informação:

Uma comparação entre algumas das cenas que viralizaram com imagens de satélite e do modo Google Street View permitem confirmar que os manifestantes entraram no prédio Deutsche Schule da faculdade Ielusc, também chamado de DS Hub.

Comparação entre captura de tela do vídeo viral (E) e imagens do prédio Deutsche Schule da Ielusc vistas pelo Google Street View e por imagens de satélite ( .)

Um tour virtual feito pelo site da Igreja da Paz confirma que a localização dos dois prédios é próxima, mas em ambientes diferentes. Ao clicar em “entrada principal”, o tour leva à fachada da igreja, que difere da arquitetura do edifício da faculdade.

Capturas de tela do tour virtual da Igreja da Paz, com visão geral (E) e da entrada principal ( .)

A Ielusc confirmou à AFP que os manifestantes entraram no espaço da faculdade, em sua área administrativa.

Eleições 2022