São falsos os dados da lista de cidades em que “até os mortos” teriam votado em Lula

Copyright © AFP 2017-2023. Todos os direitos reservados.

Não são verdadeiros os dados de uma suposta lista de cidades onde “os mortos ressuscitaram para votar” no candidato Luiz Inácio Lula da Silva (PT) no primeiro turno das eleições presidenciais de 2022. A mensagem, que indica que diversas cidades teriam tido mais votos em Lula do que habitantes, foi compartilhada dezenas de vezes nas redes sociais desde, pelo menos, 4 de outubro. No entanto, todos os números citados no texto estão incorretos e algumas das cidades mencionadas nem mesmo existem.

“CIDADES QUE ATÉ OS MORTOS VOTARAM EM LULA”, diz o texto de uma das publicações no Facebook, Telegram e Twitter junto a uma lista de cidades, sua suposta quantidade de habitantes e o número de votos que teriam sido computados para o ex-presidente.

O conteúdo também chegou ao WhatsApp do AFP Checamos, para onde os usuários podem enviar conteúdos vistos em redes sociais, se duvidarem de sua veracidade.

Captura de tela feita em 5 de outubro de 2022 de uma mensagem no WhatsApp ( .)

A lista começou a circularapós o candidato do PT ter largado à frente no primeiro turno da corrida ao Palácio do Planalto. Entretanto, os dados viralizados nas redes estão incorretos.

A primeira cidade que aparece na lista é Nossa Senhora da Glória, em Sergipe. Diferentemente do alegado no texto viral, a cidade não possui 3.053 habitantes, mas 37.715, como indica o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O número de votos do município sergipano em Lula também não coincide com o das publicações: o petista recebeu, de acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), 17.024, em vez dos 4.615 mencionados.

A cidade de Porto de Pedras, grafada nas publicações como “Porto da Pedra”, não fica em Pernambuco, como alegado, mas em Alagoas. Em vez de 8.090 votos e 6.122 habitantes, a localidade soma 7.618 moradores, com 2.832 votos em Lula.

Poço das Antas, que não fica em Pernambuco, mas no Rio Grande do Sul, não tem 4.342 habitantes, mas 2.105. Além disso, foram 445 votos no petista, em vez dos 5.873 mencionados pelas publicações.

Em Xique-Xique, na Bahia, há 46.562 moradores, e não os 43.548 citados. Além disso, o número de votos em Lula foi muito menor do que o alegado: 19.828, e não 64.805.

Nova Soure, município baiano grafado nas publicações como “Novaçores”, contabilizou 12.760 votos em Lula, número próximo ao viralizado, de 12.351. No entanto, a população da cidade é consideravelmente maior, tendo 27.047 habitantes, e não 9.622.

Em Guanambi, também na Bahia, a população estimada é de 85.353 habitantes e houve 33.200 votos válidos para Lula, e não 22.538 votos para o petista em uma população de 19.764 pessoas.

No município de Joaçaba, que fica em Santa Catarina, e não na Bahia, como afirmam as publicações, a população estimada é de 30.684 habitantes, e não 6.142. Lula recebeu 4.691 votos, em vez de 6.984.

Já Antas, localizada na Bahia, não tem 11.434 habitantes, nem somou 18.001 votos para Lula. O município com 19.659 habitantes, na verdade, registrou 5.699 votos para o ex-presidente.

Portanto, entre cidades listadas não há nenhuma em que o número de votos no candidato do PT seja superior ao de habitantes. As cidades de Barragem e Nova Liberdade não foram encontradas no site do IBGE.

Esse conteúdo também foi checado pelo Estadão Verifica e pela Agência Lupa.

Eleições 2022