Vídeo de apoiadores de Bolsonaro rezando em shopping foi gravado no Brasil, não na Austrália

Copyright © AFP 2017-2023. Todos os direitos reservados.

Um vídeo de pessoas em um shopping com bandeiras brasileiras e com a imagem do presidente Jair Bolsonaro (PL) foi gravado no Brasil, não na Austrália, como alegam usuários. Uma busca reversa por trechos da gravação, compartilhada mais de 2,5 mil vezes em 2 de outubro de 2022, mostrou que a cena aconteceu em Belo Horizonte.

“Austrália já encerrou a votação pra presidente no Brasil, a vitória do Bolsonaro confirmada lá. Povo se reuniu para dar o recado”, diz o texto de publicações compartilhadas no Twitter e no Facebook, com o vídeo supostamente gravado na Austrália em 2022.

Captura de tela feita em 2 de outubro de 2022 de uma publicação no Twitter ( .)

Mas a gravação não tem relação com esse país.

Buscas reversas por trechos do vídeo levaram a uma notícia de um portal de Belo Horizonte com outra gravação, de 2018.

A matéria relata uma manifestação a favor do presidente Jair Bolsonaro no shopping Diamond Mall, na capital mineira, às vésperas das eleições daquele ano.

Uma nova pesquisa por palavras-chave no Facebook, YouTube, Gttr e Twitter levou a vídeos mais longos que mostram a mesma cena.

A legenda de um deles indica que a gravação foi feita em 1º de outubro de 2022: “Apoio ao presidente Jair Bolsonaro no shopping Diamond Mall em Belo Horizonte MG 01/10/2022”.

Nessa gravação um homem diz: “Diamond Mall, Belo Horizonte (...) 1º de outubro, às 19H30”.

A seguir uma comparação entre as filmagens difundidas em 2018 e 2022, ambas feitas no shopping de Minas Gerais:

Comparação entre vídeo viralizado no Twitter (E) e gravação feita no Diamond Mall, em Belo Horizonte, em 2018 ( .)

Lojistas do shopping relataram à AFP que de fato houve uma manifestação de apoio ao presidente “com uma bandeira enorme” em 1º de outubro.

Neste fim de semana, o AFP Checamos se uniu a outras 6 iniciativas de checagem de fatos no Brasil para verificar conjuntamente desinformação sobre as eleições. A parceria CheckBR reúne também Aos Fatos, Boatos.org, Comprova, E-Farsas, Fato ou Fake e Lupa.

2 de outubro de 2022 Adiciona último parágrafo sobre o projeto CheckBR.
Eleições 2022