Vídeo em que Luciano Huck anuncia doações foi gravado em 2020 e não tem relação com as eleições

Copyright © AFP 2017-2023. Todos os direitos reservados.

Uma sequência na qual o apresentador Luciano Huck anuncia a doação de R$ 200 para moradores de Vergel do Lago, em Alagoas, foi gravada em abril de 2020, em meio à pandemia da covid-19. No entanto, usuários voltaram a compartilhar o vídeo desde 21 de setembro afirmando se tratar da compra de votos no Nordeste durante as eleições de 2022. À AFP, a assessoria de Huck explicou que a ação “Zap do Bem” destinou doações a pessoas de baixa renda e foi criada por um grupo de empresários, sem qualquer relação com partidos políticos.

“E assim começa o processo de Compra de votos no Nordeste. Vamos fazer rodar esse vídeo até chegar em todos outros estados e queimar logo esse safado na largada”, diz a legenda de um vídeo publicado no Twitter com mais de 3 mil compartilhamentos.

O conteúdo, que também foi encaminhado ao WhatsApp do AFP Checamos para análise, circulou no Facebook, Instagram, TikTok e Kwai.

No vídeo, o apresentador Luciano Huck divulga a doação de R$ 200 para moradores da região de Vergel do Lago, um bairro de Maceió, por meio do que ele chama de “carteira digital” do movimento “Zap do Bem”.

“A ideia é que R$ 200 cheguem a sua conta de celular com crédito, tipo uma carteira digital, para você pagar contas, pagar boletos, fazer compras no seu bairro”, explica o apresentador na gravação.

Captura de tela feita em 26 de setembro de 2022 de uma publicação no Twitter ( .)

Mas, diferentemente do que alegam as publicações viralizadas, a ação não foi feita em meio às eleições gerais do próximo dia 2 de outubro, mas sim em 2020, quando a população enfrentava a pandemia de covid-19.

Movimento foi criado em 2020

Uma busca pelas palavras-chave “Zap do Bem” no Google levou a uma publicação na conta do projeto no Instagram com data de 30 de abril de 2020. O site do movimento foi desativado, mas ainda pode ser acessado na ferramenta Wayback Machine, usada para arquivar páginas da internet.

O AFP Checamos entrou em contato com a assessoria de imprensa de Luciano Huck, que explicou que o vídeo fazia parte da divulgação do “Zap do Bem”, movimento que promoveu doações a pessoas de baixa renda durante a pandemia de covid-19.

As primeiras doações do projeto foram destinadas aos moradores da região de Vergel do Lago, em Maceió, mas a iniciativa também contemplou moradores de Recife e Salvador.

Além de Huck, personalidades como Marcos Mion, Tiago Leifert e Whindersson Nunes participaram do movimento gravando vídeos de apoio que foram publicados na página do Instagram do projeto.

Em março de 2021, a ação foi encerrada.

Ação da iniciativa privada

O AFP Checamos apurou que em 2020, no início do projeto, já circulavam publicações (1, 2, 3) alegando que a iniciativa funcionaria como um “cadastramento para compra de votos no Nordeste”.

De acordo com as informações contidas no site, o “Zap do Bem” foi idealizado pela iniciativa privada e entre as empresas parceiras do movimento estavam as fintech Conta Zap e Geru, a operadora Oi, a plataforma Ânima Educação e a consultoria BDO Brazil.

As doações eram feitas em uma carteira digital no aplicativo de mensagens WhatsApp e os moradores das regiões contempladas recebiam um SMS com as orientações para obter os recursos.

De acordo com a fintech Conta Zap, que desenvolveu a conta digital pelo WhatsApp em parceria com a Oi, o “Zap do Bem” doou mais de R$ 2 milhões para um total de 10 mil pessoas.

A assessoria de imprensa da Oi informou ao AFP Checamos que o movimento não tinha relação com partidos políticos e que os dados das pessoas inscritas eram usados apenas para realização de doações:

“O Zap do Bem tratou-se de uma ação de responsabilidade social pontual, sem nenhuma conotação ou vínculo político de qualquer natureza, e que teve todas as suas ações gerenciadas por um comitê gestor e auditadas por uma empresa de auditoria, de modo a garantir a destinação dos recursos recebidos e a utilização dos dados cadastrados exclusivamente para fins da distribuição do auxílio”.

O AFP Checamos já verificou outro conteúdo sobre o apresentador Luciano Huck e as eleições de 2022.

Eleições 2022