É montagem vídeo em que apresentador dos EUA parece rir de pesquisa para presidente do Brasil

Copyright © AFP 2017-2022. Todos os direitos reservados.

Um vídeo em que um apresentador de TV tem um ataque de riso enquanto fala em inglês foi compartilhado mais de 20 mil vezes em redes sociais ao menos desde o último dia 17 de fevereiro. Sobreposta à gravação, é vista a representação gráfica de uma pesquisa de intenções de voto para a eleição presidencial brasileira de outubro de 2022, na qual o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) aparece em primeiro lugar. No entanto, o trecho foi manipulado digitalmente. O âncora, Aaron Perlman, riu após ser transmitida uma notícia envolvendo dois idosos, e o levantamento brasileiro não aparece em nenhum momento na tela.

Nem estrangeiro é enganado por essas pesquisas fajutas”, escreveu um usuário ao compartilhar a peça de desinformação no Facebook (1, 2, 3).

O vídeo também circula no Twitter e TikTok. Segundo a legenda em português que acompanha as imagens, o apresentador teria dito as seguintes frases: “Não pode rir, é coisa séria. Acha mesmo essa pesquisa séria? Ele não pode sair nas ruas. Homem… vou fingir que acredito… acabou de sair da cadeia… só no Brasil”.

Captura de tela feita em 22 de fevereiro de 2022 de uma publicação no Facebook ( . / )

A pesquisa que é sobreposta às imagens nas publicações foi divulgada pela emissora CNN, em novembro de 2021. Como visto no vídeo, o levantamento feito pelas companhias Genial/Quaest apontou que Lula tinha 48% das intenções de voto para as eleições presidenciais de 2022, contra 21% do presidente Jair Bolsonaro (PL). O cenário é semelhante ao apontado por outras pesquisas divulgadas em fevereiro.

Uma busca reversa pelas palavras “Eyewitness News” —vistas no canto inferior esquerdo do vídeo— mostrou a mesma gravação sem a menção ao levantamento brasileiro e publicada em 26 de fevereiro de 2015 na conta do apresentador norte-americano Aaron Perlman, no Facebook. Perlman é âncora e meteorologista do programa "Eyewitness News", exibido pela emissora KBAK, localizada em Bakersfield, na Califórnia.

Como visto na publicação de 2015, Perlman começou a rir após ser exibida uma notícia sobre um esfaqueamento envolvendo dois idosos. “Sexagenário esfaqueia outro sexagenário. Vítima sofreu múltiplos ferimentos”, diz a chamada que pode ser lida na tela, antes de o apresentador começar a rir.

A mesma gravação também foi compartilhada pela conta do programa "Eyewitness News" no Twitter, em 26 de fevereiro de 2015 - mais de seis anos antes da divulgação da pesquisa eleitoral citada nas publicações viralizadas. “O meteorologista @Aaronsweathe não consegue parar de rir. Por quê? Não sei, mas é engraçado”, diz o tuíte.

Além disso, a legenda em português que acompanha as imagens nas redes sociais não corresponde com o que o apresentador é ouvido dizendo. Na verdade, Perlman não menciona o Brasil, nem o resultado de nenhuma pesquisa, mas pede desculpas pelo ataque de riso e afirma que não está rindo da história que foi veiculada. Após alguns segundos, o âncora se recompõe e segue com a apresentação.

Perlman trabalha no matutino há dez anos, de acordo com o seu perfil publicado no site da emissora, e o também meteorologista apresenta a previsão do tempo.

Essa peça também foi verificada pela Agência Lupa.

Eleições 2022