Não, a deputada Maria do Rosário não escreveu um tuíte dizendo que a corrupção é algo cultural no Brasil

Copyright AFP 2017-2020. All rights reserved.

Circula nas redes sociais desde o último dia 21 de maio um suposto tuíte no qual a deputada federal Maria do Rosário (PT-RS) teria criticado o pacote anticrime apresentado pelo ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, por visar acabar com a corrupção, afirmando que a prática faz parte da cultura brasileira. No entanto, o texto foi publicado por uma conta de sátira no Twitter, agora suspensa pela rede social.

“Esse projeto de lei anti crime do Moro, Hitler do Judiciário, quer punir a corrupção. Um absurdo, corrupção é algo cultural no Brasil e forma de governo de TODOS os presidentes desde a redemocratização. Acabar com isso é acabar com a essência [da] política brasileira #PTéContra”, diz o texto do suposto tuíte. Uma imagem dele foi compartilhada mais de 400 vezes no Facebook e circula também no Twitter e no Instagram. 

 

Capturas de tela feitas em 22 e 27 de maio de 2019 mostram imagem do tuíte compartilhada no Facebook e no Instagram

Entretanto, esse texto não foi publicado pela conta oficial da deputada no Twitter: “@mariadorosario”. Na imagem viralizada, é possível identificar o usuário “@MRosarioofc”.

Desde a publicação do tuíte em questão, a conta “@MRosarioofc” foi suspensa do Twitter. Em uma versão antiga da página arquivada pelo Google, é possível ler a descrição da conta: “Sátira, piada, não real, ok twitter? Homenagem a nossa deputada maravilhosa que só fala coisa inteligente”.

Além disso, é possível perceber outros indícios de que o tuíte não foi publicado por Maria do Rosário, como a ausência do selo azul de verificação do Twitter, que autentica a conta oficial da deputada, e a grafia do nome Maria com acento agudo. Por fim, uma busca pelo texto viralizado no perfil de Maria do Rosário na rede social não encontra nenhum resultado.

O pacote anticrime, apresentado em fevereiro deste ano pelo ministro Moro, propõe alterações em diversas leis com o objetivo de combater a corrupção, o crime organizado e delitos violentos.

Em 27 de março deste ano, Maria do Rosário realmente publicou um tuíte criticando o pacote de Moro, mas não por combater à corrupção, e sim por acreditar que a proposta “não apresenta medidas eficazes para redução da violência no Brasil”.

Em resumo, o tuíte que afirma que a corrupção é algo cultural do Brasil não foi publicado pela deputada Maria do Rosário, mas por uma conta que satirizava a deputada e que, desde então, foi suspensa do Twitter.

A equipe do Checamos já verificou outras publicações nas quais a deputada Maria do Rosário foi alvo de desinformação.

AFP Brasil