Vídeo que pede que eleitores fotografem boletins de urna é de 2014, ação não está vigente em 2022

Copyright © AFP 2017-2023. Todos os direitos reservados.

Uma sequência na qual o professor Diego Aranha apresenta o projeto “Você Fiscal” e convida os eleitores a fotografarem os boletins de urna foi gravada em 2014. No entanto, usuários compartilharam mais de mil vezes o vídeo desde 30 de setembro de 2022 sugerindo que a iniciativa se refere às eleições deste ano. Em seu perfil no Twitter, o docente explicou que o projeto foi encerrado depois do pleito de 2016 “por já ter cumprido seus objetivos, ao realizar a fiscalização de duas eleições”.

“Agora sim ! Com esse vídeo viralizando até sábado às 00:00/h. Duvido o TSE Fraudar as urnas. Mas o vídeo tem que viralizar. Senta o dedo rapaziada !!!! COMO VISCALIZAR AS URNAS”, afirma a legenda de um vídeo no Twitter.

O conteúdo também circula no Facebook, TikTok e Instagram.

No vídeo, Diego Aranha, professor de Ciência da Computação da Universidade de Aarhus e idealizador do projeto, apresenta o “Você Fiscal” e convida os eleitores a participarem fotografando os boletins de urnas e registrando as imagens no site ou aplicativo do projeto.

“Este ano, o seu celular vai ser um instrumento para tornar as eleições mais transparentes. Você pode nos ajudar a fazer uma fiscalização da apuração final dos votos. A missão é simples: fotografar um ou vários boletins de urnas às 17h”, diz o docente na gravação.

Captura de tela feita em 30 de setembro de 2022 de uma publicação no Twitter ( .)

Porém, uma busca pelos termos “você fiscal" levou ao perfil oficial do projeto no Twitter, cuja descrição diz: “Você Fiscal foi um aplicativo em 2014/2016 para o eleitor fiscalizar Boletins de Urna, promovendo eleições mais transparentes através da fiscalização cidadã”.

Uma pesquisa no YouTube pelo nome do projeto também indica no nome do canal que a iniciativa está inativa.

Uma pesquisa no Google pelos termos-chave “você”, “fiscal” e “urnas”, filtrando apenas por resultados em vídeo publicados em 2014, localizou a mesma gravação, publicada em 2 de outubro de 2014 na plataforma Behance.

Em sua conta no Twitter, Diego Aranha explicou no dia 30 de setembro de 2022 que o projeto está inativo “por já ter cumprido seus objetivos, ao realizar a fiscalização de duas eleições”.

Boletins de urnas

O boletim de urna (BU) é um documento físico impresso pela urna eletrônica após o final da votação. Nesse papel são indicados quantos votos foram registrados naquela urna específica para cada candidato e para cada partido, além de outras informações relativas à votação.

Esse documento é fixado na porta das respectivas seções eleitorais e também está disponível pela internet.

Por meio do boletim de urna é possível fazer uma auditoria de forma independente do Tribunal Superior Eleitoral para verificar se a totalização dos votos feita pela Justiça Eleitoral está correta.

Eleições 2022