Não, o vídeo não mostra uma obra de pavimentação da BR-163 realizada pelo governo Bolsonaro

Uma publicação compartilhada mais de 20 mil vezes no Facebook desde 1º de maio afirma que um vídeo mostra ação do governo de Jair Bolsonaro para asfaltar trecho da rodovia BR-163 no Mato Grosso. Entretanto, o vídeo circula na Internet desde 2016, ainda durante o mandato de Michel Temer, e o trecho em questão foi inaugurado em 2018, antes da posse de Bolsonaro.

BR-163 sem asfalto à (sic) 30 anos, agora Bolsonaro está fazendo com cimento de primeira qualidade”, diz a legenda da publicação viralizada. No vídeo, o apresentador do programa “Domingão do Caminhão” mostra o progresso da obra de duplicação da rodovia em questão, no trecho entre o município de Jaciara (Mato Grosso) e a Serra de São Vicente.

Entretanto, uma busca pelo programa no YouTube mostra que o vídeo viralizado foi publicado pela primeira vez no dia 23 de outubro de 2016, ainda durante o governo do então presidente Michel Temer.

 

Captura de tela feita em 7 de maio de 2019 mostra que vídeo viralizado foi publicado em 2016

De fato, o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) reportou em novembro de 2016 uma vistoria técnica na obra da BR-163. Segundo o comunicado, a obra começou em setembro de 2013, durante o primeiro mandato da presidente Dilma Rousseff.

Além disso, o Ministério da Infraestrutura reportou em 28 de dezembro de 2018 a inauguração de 100 quilômetros de pista duplicada na BR-163, entre Cuiabá e o município de Jaciara.

Uma busca no Google Maps, mostra que o trecho da rodovia entre Jaciara e a Serra de São Vicente, mencionado no vídeo viralizado, fica dentro destes quilômetros, concluídos antes de Michel Temer passar a faixa presidencial a Jair Bolsonaro.

Acima, mapa do Ministério da Infraestrutura mostra trecho da BR-163 entre Cuiabá e Jaciara; abaixo, captura de tela do Google Maps feita em 7 de maio de 2019 mostra localização da Serra de São Vicente

Essa não é a primeira vez em que obras na BR-163 são incorretamente atribuídas ao governo do presidente Jair Bolsonaro. Em fevereiro deste ano, a equipe de checagem da AFP desmentiu montagem que atribuía ao governo atual a retomada de obras de pavimentação em trecho da rodovia no estado do Pará.

Em resumo, o vídeo viralizado é verdadeiro, mas não mostra trecho de obra realizada durante o governo Bolsonaro e sim durante os mandatos da ex-presidente Dilma Rousseff e do ex-presidente Michel Temer.

AFP Brasil