Fórum Econômico Mundial não pediu a morte de cães e gatos para conter mudanças climáticas

Publicado em 30/12/2022 às 16:15

O Fórum Económico Mundial (WEF, na sigla em inglês) não veio a público pedir para “matar milhões de cães e gatos domésticos para combater as mudanças climáticas”, ao contrário do que afirmam publicações compartilhadas dezenas de vezes desde 12 de dezembro de 2022. À AFP, um porta-voz do WEF desmentiu que o órgão tenha dado tal declaração e tampouco há indícios de uma iniciativa nesse sentido.