O Carnaval de 2022 no Rio de Janeiro segue confirmado, informou a Riotur em 29 de novembro

Copyright © AFP 2017-2022. Todos os direitos reservados.

Publicações compartilhadas milhares de vezes nas redes sociais desde o último 27 de novembro afirmam que o Carnaval de 2022 foi cancelado na cidade do Rio de Janeiro devido à pandemia de covid-19. Mas isso não é verdade: em contato com o AFP Checamos em 29 de novembro de 2021, a Riotur informou que não houve “cancelamento de nada”. A empresa acrescentou que caso haja uma “contraordem, será no futuro”. Em 4 de janeiro de 2022, o prefeito do Rio, Eduardo Paes, cancelou o carnaval de rua, mas disse que os desfiles na Marquês de Sapucaí estão confirmados.

“RIO DE JANEIRO... CARNAVAL 2022 CANCELADO GRAÇAS A DEUS”, diz a legenda de uma das publicações no Facebook (1, 2), que soma mais de 5,7 mil compartilhamentos, ilustrada com a foto do Sambódromo da Marquês de Sapucaí, no centro do Rio de Janeiro.

Outras postagens (1, 2), por sua vez, utilizam somente a imagem da Marquês de Sapucaí e agradecem a suposta decisão tomada, mas sem especificar o local do cancelamento.

No Twitter (1), grande parte dos usuários que se referiram ao tema apenas especulava e dava a sua opinião (1, 2).

Capturas de tela feitas em 30 de novembro de 2021 de publicações no Facebook ( . / )

Muitas cidades brasileiras estão, de fato, cancelando as festividades de carnaval do próximo ano devido à pandemia de covid-19, como tem sido reportado pela imprensa (1, 2, 3), principalmente após a detecção da nova variante ômicron em vários países. Mas, até o momento, esse não é o caso do Rio de Janeiro.

Em contato telefônico com a Empresa de Turismo do Município do Rio de Janeiro, Riotur, no último 29 de novembro, foi informado ao Checamos que a alegação que circula nas redes se trata de “uma mentira”.

A assessoria de imprensa da empresa indicou que “desde agosto tem lançado editais tanto para o Réveillon quanto para o Carnaval e organizando a festa. [...] O secretário de Saúde [Daniel Soranz] recentemente informou que não vê necessidade de cancelamento de ambas as festas”.

A Riotur, contudo, fez a ressalva de que embora as festividades estejam sendo organizadas, a Secretaria Municipal de Saúde e o comitê científico definem as diretrizes.

Em dois vídeos publicados em 29 de novembro em seu perfil no Twitter, o prefeito carioca Eduardo Paes abordou a questão da variante ômicron e reforçou a importância da vacinação da população da cidade. Depois, falou sobre os próximos eventos previstos para ocorrer no Rio de Janeiro.

“Muito tem se falado também sobre Carnaval e Réveillon, por isso eu digo mais uma vez a vocês: qualquer evento ou festividade que irá, em tese, ocorrer daqui a semanas ou meses só vão ser realizados caso haja condições seguras para tal. Eu garanto que o Rio está pronto para realizar os principais eventos de 2022, que são muito importantes para a nossa cultura, para a nossa economia e para a vida da nossa cidade”, assinalou.

Mas indicou que “ter um planejamento para um evento não significa, necessariamente, que ele vai ser realizado. Afinal, é plenamente possível cancelar o que foi planejado. Mas a gente está ‘fazendo o dever de casa’ e na torcida, sim, para que o cenário favorável que a gente tem hoje se mantenha e seja até melhor nas próximas semanas e meses”, declarou o prefeito.

Em consulta feita em 30 de novembro de 2021 ao Painel Rio covid-19 pode-se conferir que 76,9% da população total da cidade completou o esquema vacinal de duas doses ou dose única. Esse número chega a 95% ao considerar apenas as pessoas maiores de 18 anos.

Em 4 de janeiro de 2021, diante de um aumento no número de casos de covid-19 e de alertas da OMS em torno da variante ômicron, o prefeito do Rio, Eduardo Paes, anunciou o cancelamento do carnaval de rua na cidade. Ele confirmou, entretanto, que os desfiles na Sapucaí seguem confirmados.

“Nós vamos estabelecer os protocolos do carnaval na Sapucaí, que está confirmado. Lá, podemos estabelecer controles efetivos. De certa maneira, isso também vale para as festas em espaço fechado, é possível fazer um controle. O carnaval de rua, pela sua própria natureza e aspecto democrático, gera a impossibilidade de exercer qualquer tipo de fiscalização”, disse Paes.

Esta verificação foi realizada com base nas informações oficiais disponíveis na data desta publicação.

5 de janeiro de 2022 Atualiza com decisão da Prefeitura do Rio, em 4 de janeiro de 2022, de cancelar o carnaval de rua.
COVID-19 VACINAS