Discurso de Bolsonaro sobre Forças Armadas é de abril de 2022 e não tem relação com as eleições

Copyright © AFP 2017-2023. Todos os direitos reservados.

Diferente do que afirmam usuários nas redes sociais, um vídeo em que o presidente Jair Bolsonaro (PL) discursa a militares não foi registrado em 28 de novembro de 2022. A sequência, compartilhada mais de 11 mil vezes desde o último dia 29 de novembro, foi gravada em 5 de abril de 2022 durante uma cerimônia de cumprimentos a oficiais-generais recém-promovidos. Portanto, não há ligação com as manifestações que ocorrem no país contestando o resultado de 30 de outubro, quando Luiz Inácio Lula da Silva (PT) foi eleito.

“Ouçam as palavras finais do presidente Bolsonaro hoje, 28/11, durante a solenidade de promoção dos oficiais-generais, recem promovidos.Juntos e ao lado do maior Exercito do mundo, que é o nosso povo, nós atingiremos nosso objetivo e garantiremos a todos estes a democracia e a liberdade!”, afirmam publicações compartilhadas no Facebook.

Postagens com alegação similar também circulam no Twitter e no TikTok.

Captura de tela feita em 30 de novembro de 2022 de uma publicação no Facebook

No início do vídeo viral, ouve-se a voz de um homem sinalizando que o presidente Jair Bolsonaro teria feito o discurso em 28 de novembro de 2022.

Em seguida, vê-se o mandatário se dirigindo a uma plateia de militares. Em seu discurso, Bolsonaro exalta as Forças Armadas e o povo, dizendo que este é o “maior exército do mundo”.

Ele continua, ao indicar que não é fácil viver em um país “ainda conturbado por questões ideológicas” e que no Brasil se vive uma luta “do bem contra o mal”, mas que “o bem sempre vence”. Bolsonaro completou afirmando que o seu governo, junto com os militares brasileiros, garantiriam a democracia e a liberdade.

A gravação foi difundida nas redes em meio às manifestações (1, 2) que questionam a vitória de Lula no pleito de 2022. Os manifestantes asseguram que houve fraude eleitoral e pedem a ajuda dos militares para garantir que o novo presidente não tome posse.

No texto sobreposto ao vídeo vê-se a logomarca da “TV Brasil” e a seguinte tarja: “Presidente Jair Bolsonaro cumprimenta Oficiais-Gerais recém-promovidos”. Há, também, a indicação de que a cerimônia estaria ocorrendo em Brasília.

Uma busca pelas palavras-chave “Tv Brasil”, “cerimônia” e “oficiais generais” no Google levou ao vídeo original. Trata-se, de fato, de uma cerimônia militar ocorrida na capital federal, mas no dia 5 de abril de 2022, cerca de seis meses antes do segundo turno das eleições presidenciais.

Portanto, no discurso na íntegra, não há nenhuma menção à disputa eleitoral ou às manifestações contra o resultado das urnas.

Esse conteúdo também foi verificado pelo Estadão Verifica e Aos Fatos.

Eleições 2022