Não, a mãe do deputado que chamou Moro de “ladrão” não foi cassada

Publicações compartilhadas mais de 30 mil vezes em redes sociais desde o último dia 3 de julho afirmam que Saudade Braga, ex-prefeita do município de Nova Friburgo (RJ) e mãe do deputado federal Glauber Braga (PSOL), teve mandato cassado por “fraudes e roubo de merenda”. As postagens viralizaram depois que o deputado chamou o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, de “juiz ladrão” em uma sessão parlamentar. No entanto, Saudade Braga nunca teve um mandato cassado.

“Pra quem não sabe ,ou não se lembre...este deputado escroto aí de nome Glauber Braga, do PSOL é filho da ex prefeita de Nova Friburgo de nome Maria da Saudade Braga. ESSE FDP chamou Ministro Moro de ladrão! Sua mãezinha foi cassada por fraudes e roubo de merenda [sic], diz o texto, presente em diversas publicações (1, 2, 3).

Glauber Braga chamou Moro de “juiz ladrão” no último dia 2 de julho, durante audiência conjunta das comissões de Constituição e Justiça, de Trabalho e de Direitos Humanos na Câmara dos Deputados, onde o ministro prestou esclarecimentos sobre supostas mensagens suas vazadas pelo site The Intercept Brasil.

O deputado realmente é filho da ex-prefeita de Nova Friburgo Saudade Braga, mas não é verdade que ela tenha tido o mandato cassado.

Saudade Braga foi eleita vereadora em 1992 e prefeita de Nova Friburgo em 2000, pelo Partido Socialista Brasileiro (PSB). Foi reeleita em 2004, governando o município até 2008. No entanto, não há qualquer registro de que ela tenha sido cassada.

Procurado pela AFP, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) afirmou que alguns processos tramitaram no nome de Saudade Braga, mas que “nenhum deles resultou em cassação de mandato”.

De acordo com as ações encaminhadas pelo TSE à AFP, o segundo colocado na eleição de 2004 à Prefeitura de Nova Friburgo chegou a entrar com um pedido contra a expedição do diploma de Saudade Braga, ou seja, para que ela não assumisse o cargo. No entanto, o pedido foi rejeitado pelo TSE.

O Tribunal Superior Eleitoral esclareceu, ainda, que nenhuma das ações contra Saudade Braga menciona “fraudes e roubo de merendas”, como alegam as publicações viralizadas.

Em resumo, é verdade que o deputado que chamou o ministro Moro de “juiz ladrão” é filho da ex-prefeita de Nova Friburgo Saudade Braga, mas é falso afirmar que ela foi cassada.

AFP Brasil