Não, Jean Wyllys não falou sobre um suposto acordo com Glenn Greenwald no Twitter

Um suposto tuíte no qual o ex-deputado federal pelo PSOL Jean Wyllys critica o jornalista Glenn Greenwald e menciona um acordo com o cofundador do site The Intercept Brasil foi compartilhado mais de 9 mil vezes em redes sociais desde o último dia 7 de julho. No entanto, trata-se de uma montagem e o texto não foi publicado na conta oficial de Wyllys no Twitter.

“Não foi isso o acordo @ggreenwald, não tenho nada a ver com a merda que vc está fezendo, não posso sair prejudicado com isso, abri mão de muita coisa para viver em exílio. O acordo não foi esse. Se me ferrar eu ferro também, não tenho mais nada a perder! (sic)”, diz o suposto tuíte (1, 2).

Então deputado federal Jean Wyllys (PSOL) participa de comício no Rio de Janeiro em 2 de abril de 2018

A imagem começou a viralizar depois que um perfil anônimo no Twitter acusou Jean Wyllys de ter vendido seu mandato como deputado federal para o marido de Glenn Greenwald, David Miranda (PSOL-RJ). Greenwald é editor e cofundador do site The Intercept Brasil que, desde o início de junho, vem publicando mensagens vazadas do ex-juiz e hoje ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro. 

Em janeiro deste ano, Jean Wyllys anunciou que não assumiria seu terceiro mandato como deputado federal e que havia optado por deixar o país, diante das crescentes ameaças que estava recebendo. Como era seu suplente, David Miranda assumiu o assento de Wyllys na Câmara.

No entanto, uma busca na conta oficial de Wyllys no Twitter não encontra nenhum resultado para o texto do tuíte viralizado. Além disso, não há registro de que o ex-deputado federal tenha publicado qualquer mensagem no dia 5 de julho, data do suposto tuíte.

Há, ainda, indícios de que a imagem seja uma montagem. Na captura de tela viralizada, o selo azul de verificação do Twitter, que autentica a conta de Jean Wyllys, não aparece ao lado do nome do ex-deputado.

Além disso, desde o início de julho, quando o suposto tuíte teria sido publicado, todas as mensagens postadas por Jean Wyllys na rede social foram feitas através de um iPhone. Na captura de tela viralizada, ao contrário, aparece o texto “Twitter for Android”, indicando que o tuíte teria sido publicado em um celular com o sistema operacional do Google.

Combinação de capturas de tela feitas em 9 de julho de 2019 mostra, à esquerda, tuíte viralizado no Facebook, e, à direita, um tuíte verdadeiramente publicado por Jean Wyllys

Esta desinformação também foi verificada pelos sites Aos Fatos e Agência Lupa.

Em resumo, é falso o tuíte no qual o ex-deputado federal Jean Wyllys critica Glenn Greenwald e menciona um suposto acordo com o jornalista.

AFP Brasil