Não, este não é Frei Betto falando sobre o ex-presidente Lula no programa Roda Viva

Um vídeo viralizado nas redes sociais afirma que Frei Betto, durante uma edição do programa televisivo Roda Viva, teria feito críticas à figura de Lula. A credibilidade do escritor ainda estaria atrelada ao fato de ele ser “irmão” do ex-presidente. Contudo, não se trata de Frei Betto, mas do sociólogo Chico de Oliveira.

Dois vídeos que, juntos, somam mais de 120 mil compartilhamentos desde que foram postados pela primeira vez, em 23 de abril de 2019, e 1,5 milhão de visualizações, afirmam que o frade dominicano e escritor Carlos Alberto Libanio Christo - Frei Betto - esteve no programa Roda Viva, da TV Cultura, e fez duras críticas ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. A descrição das publicações diz: “*Presta muita atenção!* ESSE É FREI BETO - IRMÃO DE LULA. VEJA O QUE ELE DISSE”.

A equipe de checagem da AFP no Brasil constatou que quem aparece neste vídeo é, na realidade, Francisco (“Chico”) de Oliveira, sociólogo, professor titular aposentado da Universidade de São Paulo (USP), um dos signatários do manifesto de fundação do PT e que contribuiu para a criação do Partido Socialismo e Liberdade (PSOL).

O vídeo viralizado é, na realidade, a edição de uma entrevista transmitida em 2 de julho de 2012 que abordou questões como política, eleições e mensalão.

Captura de tela feita em 30 de abril de 2019 de um vídeo no YouTube da edição do programa "Roda Viva" de 02 de julho de 2012 mostra o sociólogo Chico de Oliveira
 

Posteriormente, em 30 de dezembro de 2013, Chico de Oliveira participou pela segunda vez do programa.

Na entrevista de 2012, que viralizou como se fosse com Frei Betto, Chico de Oliveira faz uma série de críticas à pessoa de Lula, desde o seu início nos movimentos sindicais até o exercício da Presidência do país (2003-2010).

Ao ser questionado sobre a sua opinião a respeito do caso do mensalão, o jornalista Ricardo Noblat fez uma brincadeira com Chico de Oliveira se Lula não havia lhe contado nada, ao que o professor respondeu que o ex-presidente jamais lhe contaria “porque o Lula é uma personalidade que a imprensa ainda não descobriu”.

Aos 23 minutos, Noblat retoma a questão do desconhecimento da imprensa sobre o “verdadeiro” Lula e, a isto, Chico de Oliveira afirma: “Eu não tenho segredo especial porque eu nunca frequentei círculos íntimos de ninguém. O que eu digo do Lula é que ele é muito mais esperto do que vocês supõem”. “Esperto em que sentido, professor?", perguntou Liliana Lavoratti, editora-chefe do jornal DCI e outra entrevistadora. "No sentido de que o Lula não tem caráter. (...) O Lula é um oportunista (...)”, respondeu.

Nove anos antes, em 2003, Chico de Oliveira havia formalizado a sua saída do PT e anunciou a decisão em uma coluna especial ao jornal Folha de S.Paulo. “Este artigo consuma meu afastamento do Partido dos Trabalhadores, do qual me desligo formalmente. Aqui não me dirijo a qualquer instância formal do partido, nem aos seus dirigentes no próprio partido e no governo, mas aos petistas e aos cidadãos em geral”.

Sobre Frei Betto, apesar de ser considerado filiado ao PT, isto já foi desmentido em seu site: “Carlos Alberto Libanio Christo nunca foi filiado ao PT, embora tenha sido o coordenador de mobilização social do Programa Fome Zero, do primeiro governo Lula. Escreveu dois livros sobre o ex-presidente, mas se afastou do governo, decepcionado com os rumos políticos do Partido dos Trabalhadores”.

Frei Betto ainda é um grande apoiador do ex-presidente de esquerda e escreveu vários textos (1, 2, 3 e 4) sobre ele. Em seu Twitter (1, 2, 3 e 4) também se mostra muito ativo nas questões que concernem a Lula.

O teólogo e intelectual brasileiro Frei Betto fala durante entrevista coletiva em Quito, em 24 de março de 2017 a respeito do asilo então concedido a Julian Assange, fundador do WikiLeaks (Rodrigo Buendia)
 

Uma matéria publicada no site do PT sobre a visita de vários religiosos cita, entre outros, a presença de Frei Betto: “Frei Betto, amigo íntimo de Lula que esteve ao seu lado nas duas vezes em que foi preso injustamente, foi ver o companheiro no dia 4 de junho”.

Em resumo, as críticas vistas no vídeo do programa Roda Viva ao ex-presidente Lula foram feitas pelo sociólogo Chico de Oliveira, e não pelo religioso e escritor Frei Betto, grande apoiador do político de esquerda.

AFP Brasil