Não, esta foto não mostra Fidel Castro com o ministro Marco Aurélio Mello

Depois que o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Marco Aurélio Mello determinou no dia 19 de dezembro de 2018 a libertação de presos condenados em segunda instância que ainda têm recursos pendentes de julgamento, o que poderia beneficiar a soltura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (2003-2010), uma foto alegando mostrar o magistrado ao lado de Fidel Castro se tornou viral nas redes sociais. Mas o homem junto ao histórico líder cubano não é Marco Aurélio Mello.

“Olha o amiguinho do Jovem Marco Aurélio, que hoje tentou tirar 170.000 bandidos da prisão”, diz a descrição de uma publicação no Facebook disseminando a imagem compartilhada no Facebook mais de 50.000 vezes. Usuários comentam: “Para bom entendedor, meia palavra basta!”, ou “Tudo a mesma laia”.

O homem na foto, ao lado do ex-presidente cubano, é o jornalista Ricardo Noblat. Em um artigo publicado na revista Veja em 2014, o colunista explica que a visita aconteceu em 1987: “Um reduzido grupo de jornalistas e de políticos acompanhou Abreu Sodré, então ministro das Relações Exteriores do governo Sarney [1985-1990], para a primeira viagem de um ministro brasileiro a Cuba depois do reatamento das relações diplomáticas entre os dois países.”

Sobre o contexto preciso da foto, Noblat esclareceu no Twitter: “Ele [Fidel Castro] havia acabado de apresentar ao ministro Abreu Sodré, das Relações Exteriores, um touro campeão. E Sodré comentou: "Que bela vaca!". Fidel não disfarçou seu espanto.”

A mesma foto foi utilizada fora de seu contexto original em julho de 2018, quando o desembargador Rogério Favreto ordenou a soltura de Lula, líder histórico do Partido dos Trabalhadores (PT). Versões alegaram que o homem ao lado de Fidel Castro (falecido em 2016) era o próprio magistrado. Nessa ocasião, Noblat negou e ironizou a informação através de sua conta oficial de Twitter.

O ex-presidente Lula está na prisão desde abril de 2018, cumprindo pena de 12 anos e um mês por ter sido considerado o beneficiário de um tríplex oferecido pela construtora OAS no balneário de Guarujá, no litoral paulista.

Depois da concessão de habeas corpus a Lula, ordenada pelo desembargador Favreto, e da emissão de uma liminar pelo ministro do STF Marco Aurélio Mello que permitiria a soltura do líder petista, respectivamente em julho e dezembro do ano passado, publicações alegando mostrar os magistrados com Fidel Castro (falecido em 2016) surgiram nas redes sociais brasileiras.

No entanto, as alegações são falsas e foram desmentidas por quem realmente aparece junto ao líder cubano na foto: o jornalista brasileiro Ricardo Noblat.

AFP Brasil