Na verdade, estas fotos foram tiradas em 2017 e 2015, respectivamente

Publicações compartilhadas mais de 13 mil vezes nas redes sociais mostram duas fotografias de estradas junto à afirmação de terem sido tiradas durante os governos do PT e do atual presidente, Jair Bolsonaro. Entretanto, a foto de cima data de 2017, quando Michel Temer, do Movimento Democrático Brasileiro (MDB), governava o país; e a de baixo foi tirada em 2015, período em que Dilma Rousseff, do Partido dos Trabalhadores (PT), era presidente.

“Trabalho na BR163. Enquanto ladrões e corruptos denigrem e difamam nosso País e nosso povo, os que querem mudar o Brasil trabalham e projetam um futuro melhor para todos! Brasil acima de tudo, Deus acima de todos [sic], diz a legenda de uma das publicações, largamente compartilhadas nas redes sociais desde 4 de agosto de 2019.

No entanto, a equipe de verificação da AFP encontrou as fotografias em seus contextos e datas originais, que divergem do escrito no meme viralizado.

Por meio do mecanismo de busca reversa*, o AFP Checamos encontrou a imagem de cima, que mostra vários caminhões parados em um atoleiro, em uma matéria publicada no site do Jornal Folha do Progresso em 27 de fevereiro de 2017, enviada ao veículo pelo aplicativo de mensagens instantâneas WhatsApp. Neste ano, o presidente do Brasil era Michel Temer, que assumiu após a ex-presidente Dilma Rousseff ser submetida a um processo de impeachment em 2016.

Captura de tela feita em 5 de agosto de 2019 mostra uma das fotografias viralizadas, mas em seu contexto original

De acordo com o texto, naquele ano o Exército estava trabalhando para liberar o tráfego em um dos trechos da rodovia BR-163 localizado no município de Trairão, no Pará, após chuvas na localidade.

Em setembro de 2017, o portal de notícias G1 publicou uma reportagem que dizia que “o Batalhão Ferroviário do Exército Brasileiro saiu do estado de Minas Gerais com destino ao distrito de Morais Almeida, em Itaituba, no sudoeste do Pará, com a missão de ajudar no asfaltamento do trecho de 65 quilômetros da rodovia BR-163, entre os municípios de Trairão e Novo Progresso, no sudoeste do Pará”, pois as chuvas ocorridas em fevereiro daquele ano deixaram como resultado um grande atoleiro.

No caso da imagem inferior, ela data originalmente de 2015, ano em que a então presidente pelo PT Dilma Rousseff estava no comando do país.

Captura de tela feita em 5 de agosto de 2019 mostra a publicação original no site da ABCR da segunda fotografia

O site da Associação Brasileira de Concessionárias de Rodovias (ABCR), afiliada à Rota do Oeste, responsável pela concessão da BR-163 entre os municípios Itiquira e Sinop, no Mato Grosso, publicou em 19 de junho de 2015, um texto sobre a pavimentação da duplicação da BR-163.

Em e-mail enviado à AFP, a assessoria de imprensa da Rota do Oeste confirmou que a foto “consta no banco de dados do setor de Comunicação da empresa, arquivada no sistema em 17 de junho de 2015, às 18h12” e que esta é efetivamente referente à pavimentação da segunda etapa de duplicação da BR-163, na região sul de Mato Grosso.

Além disso, as fotos não correspondem ao mesmo trecho da BR-163: a primeira foi tirada no Pará, cuja pavimentação é de responsabilidade do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) em convênio com o Exército brasileiro. A segunda, por sua vez, mostra “a aplicação de pavimento asfáltico” em um dos pontos que está sob os cuidados da Rota do Oeste, no Mato Grosso.

A AFP já verificou outras publicações viralizadas nas redes sociais a respeito de rodovias no Brasil, como pode ser conferido aqui e aqui.

*Uma vez instalada a extensão InVid nos navegadores Chrome ou Firefox, basta clicar com o 
botão direito do mouse sobre a imagem e o menu exibido permite pesquisar a foto em diversos
motores de busca.
AFP Brasil