Uma captura de tela de uma publicação disseminando a noticia falsa sobre o jovem Marcus Vinicius Silva , no Facebook feita no dia 26 de junho de 2018. (Facebook / AFP)

Marcus Vinicius Silva, o jovem baleado no Complexo da Maré, foi fotografado segurando uma submetralhadora? É falso.

Copyright © AFP 2017-2020. Todos os direitos reservados.

Depois do incidente que comoveu o país no dia 20 de junho, em que o estudante Marcus Vinicius Silva foi atingido por tiros a caminho da escola durante uma operação policial no Complexo da Maré, na zona norte do Rio de Janeiro, viralizou no Twitter, Facebook (1, 2)  e WhatsApp a história, apoiada em uma suposta foto do mesmo empunhando uma submetralhadora, de que o adolescente na verdade tinha vínculos com o crime organizado. Isso é falso.

A questão da criminalização das vítimas de operações policiais é um embate constante no Brasil entre as forças da ordem e familiares das mesmas: a polícia acusa frequentemente as vítimas de balas perdidas de serem membros de quadrilhas de traficantes.

Uma captura de tela de uma publicação disseminando a noticia falsa sobre o jovem Marcus Vinicius Silva , no Facebook feita no dia 26 de junho de 2018 (Facebook / AFP)

Como evidência da história que insinua que Marcus Vinicius Silva, de 14 anos, era um criminoso, foi exibida, entre outras, uma foto do mesmo ao lado de uma imagem em que um jovem de fenótipo semelhante segura uma submetralhadora.

Capturas de tela de uma publicação disseminando a noticia falsa sobre o jovem Marcus Vinicius Silva , no Twitter feita no dia 26 de junho de 2018. (Twitter / AFP)

Checamos a foto em que supostamente o estudante segura a arma de fogo e, apesar da foto ser verdadeira, o menino retratado não é Marcus Vinicius. Primeiro, aplicamos a ferramenta de detecção e comparação facial Betaface com várias fotos Marcus Vinicius divulgadas recentemente pela imprensa. Escolhemos fotos em que o jovem aparece com amigos e foi possível notar que, na realidade, seus amigos têm mais semelhança com o próprio Marcus Vinicius do que com o menino que segura a arma de fogo.

Comparação facial entre Marcus Vinicius Silva e a suposta foto em que estaria armado. (Betaface / AFP)

Posteriormente, verificamos a constituição física dos dois jovens. A compleição de Marcus Vinicius é notavelmente menos musculosa do que a do jovem na outra imagem, denotando duas pessoas diferentes.

Comparação dos corpos de Marcus Vinicius Silva e da suposta foto em que estaria armado. (AFP)

“Criaram um grupo na Internet para dizer que meu filho tinha envolvimento com o tráfico. Perdi meu filho e é uma dor. Essa é uma segunda dor. Agora eu tenho que provar pro estado que meu filho não era bandido, que ele era estudante e estava indo pra escola", declarou em um depoimento ao jornal O Dia Bruna Silva, a mãe de Marcus Vinicius.

Histórias falsas que surgem depois da morte de pessoas originárias de favelas, vinculando-as com o crime organizado, não são incomuns. O  mesmo tipo de história apareceu depois do assassinato, em março deste ano, da vereadora do PSOL pelo Rio de Janeiro, Marielle Franco.

Em meio às manifestações e ao sentimento de indignação por parte da população local, a razão da morte de Marcus Vinicius Silva, ocorrida em uma operação que deixou mortas mais seis pessoas na Vila do Pinheiro, um setor do Complexo da Maré, ainda é desconhecida. A Divisão de Homicídios da Polícia Civil investiga o caso.