Foto de ato pró-Bolsonaro em 1º de maio de 2021 viraliza associada ao protesto de 15 de maio

Copyright © AFP 2017-2021. Todos os direitos reservados.

A imagem de uma manifestação em frente ao Congresso Nacional, no Distrito Federal, de uma multidão vestindo as cores verde e amarelo viralizou nas redes sociais desde o último dia 15 de maio com a afirmação de que se tratava de um ato ocorrido naquela data. Mas a fotografia foi tirada, na verdade, em um protesto realizado em 1º de maio, cujo lema era a frase “Autorizo Bolsonaro”, em referência à frase do presidente que disse aguardar um sinal do povo para tomar providências contra as medidas restritivas na pandemia.

“Brasília hoje 15 de maio 2021”, indicam as legendas das postagens com milhares de compartilhamentos no Facebook (1, 2) e que também circulou em outras redes, como o Instagram e o Twitter.

Nos comentários, uma usuária que publicou a fotografia escreveu “Agricultores caminhoneiros gente que produz #FechadosComBolsonaroAte2026”, em alusão ao ato que ocorreu no dia 15 de maio de 2021 em várias cidades e no qual “cristãos e ruralistas” se uniram em apoio do presidente na chamada “Marcha da Família Cristã pela Liberdade”.

Captura de tela feita em 19 de maio de 2021 de uma publicação no Facebook

Mas essa imagem que viralizou nas redes não é dessa manifestação.

Ato de 1º de maio: #EuAutorizoPresidente

Uma busca reversa pela foto viral no Google mostrou como resultado as redes sociais do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), um dos filhos do presidente. A imagem, encontrada em suas contas no Facebook (1, 2) e no Instagram, datava de 1º de maio de 2021, não do último dia 15.

Na legenda, o deputado federal escreveu: “Muito bom sentir essa energia e reabastecer as baterias para essa briga diária. Em maior ou menor grau todos sofremos com censuras, preconceitos, bloqueios em redes sociais e perseguições, mas desistir não é uma opção. Estamos juntos! #EuAutorizoPresidente”.

Uma pesquisa por vídeos feitos no mesmo dia 1º de maio na página de Eduardo Bolsonaro no Facebook levou a esta gravação, na qual é possível observar elementos idênticos aos vistos na foto viralizada e atribuída ao protesto de 15 de maio.

Comparação feita em 19 de maio de 2021 entre a postagem viralizada (à esquerda) e o vídeo publicado por Eduardo Bolsonaro do ato de 1º de maio

Na foto publicada por Eduardo Bolsonaro é possível ler a frase exibida em um dos cartazes levados ao ato: “Presidente Bolsonaro o povo clama pelo resgate das liberdades do artigo 5º [da Constituição Federal]. Este artigo garante, entre outros direitos fundamentais, a liberdade de ir e vir.

Em 5 de maio de 2021, o presidente Jair Bolsonaro fez um discurso e abordou as manifestações ocorridas no Dia do Trabalhador: “Nas ruas, já se começa a pedir, por parte do governo, que ele baixe um decreto e se baixar um decreto, vai ser cumprido. [...] E o que constaria no corpo deste decreto? Constariam os incisos do artigo quinto da Constituição”.

E continuou: “Que que nós queremos do artigo quinto de mais importante? A liberdade de cultos. Queremos a liberdade para poder trabalhar, queremos o nosso direito de ir e vir. Ninguém pode contestar isso”.

Em 1º de maio de 2021, protestos realizados no Rio de Janeiro, em São Paulo e em Brasília tinham como um dos lemas a frase “Autorizo Bolsonaro”, que, em meados de abril, disse esperar “um sinal do povo” para “tomar medidas” contra as restrições adotadas por governos locais para combater a propagação da covid-19.

No Distrito Federal, milhares de pessoas se concentraram na Esplanada dos Ministérios, que Bolsonaro sobrevoou em plena manifestação, enquanto Eduardo Bolsonaro estava entre os manifestantes.