Ex-ministro José Dirceu não publicou mensagem sobre caçar “fascistas da direita”

Copyright © AFP 2017-2020. Todos os direitos reservados.

Circula nas redes sociais a imagem de uma suposta publicação do ex-ministro da Casa Civil (2003-2005), José Dirceu, em que ele afirmaria que, após a derrota de Trump, agora o foco é “caçar cada um dos fascistas de direita”. Essa imagem circulou mais de mil vezes desde o último 9 de janeiro. No entanto, a mensagem não foi encontrada em nenhuma plataforma e, por meio de sua assessoria, o petista negou a sua autoria.

Estamos trilhando o caminho da vitória, derrotamos o Trump, agora nosso foco é o Brasil e caçar cada um dos fascistas de direita. Como fizemos em toda a América Latina e no mundo todo”, diz o texto compartilhado mais de 1.000 vezes no Facebook (1, 2, 3) e no Instagram (1, 2, 3). 

Captura de tela feita em 14 de janeiro de 2021 de publicação no Facebook

A mensagem grafada com letras pretas em um retângulo branco com uma foto do rosto ao lado do nome “Zé Dirceu” e do suposto perfil @zé_Dirceu_DF parece uma tentativa de imitar uma publicação no Twitter. No entanto, essa conta não existe nessa rede social, que inclusive não permite acentuação no nome dos usuários. Uma busca pelo suposto perfil sem o acento (@ze_Dirceu_DF) também não levou a nenhum resultado. 

Em uma busca feita no Google com os termos da mensagem (“caçar”, “fascistas”, “direita”)  e o nome do ex-ministro, não foi encontrada nenhuma declaração igual ou de teor semelhante àquela das publicações. 

A mensagem também não aparece entre as postagens nas contas de Dirceu no Facebook, no Instagram e no Twitter nem em nenhum de seus dois artigos (1, 2) publicados no site Poder 360, postados nos dias 22 de dezembro de 2020 e 5 de janeiro de 2021. Nessas buscas também não foram encontrados comentários sobre a derrota do presidente Donald Trump nas eleições norte-americanas de 3 de novembro de 2020

Procurado pela AFP Checamos, Dirceu afirmou, por meio de uma assessora de imprensa: “Trata-se de mais uma postagem fake. Minhas opiniões são públicas e sempre via meus artigos ou entrevistas”.

Dirceu foi ministro da Casa Civil durante o governo do então presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Ele deixou o cargo em 2005 após ser acusado de ser o mentor no escândalo do mensalão, um esquema ilícito de pagamentos mensais para comprar apoio político. Em 2012, foi condenado pelo Supremo Tribunal Federal por corrupção ativa neste caso, sendo preso em novembro de 2013 e, quase um ano depois, liberado para cumprir o restante de sua pena em casa. Em 3 de agosto de 2015, Dirceu voltou a ser preso, no âmbito da Operação Lava-Jato, a maior investigação de corrupção da história do Brasil, criada para investigar pagamentos de propina na Petrobras e outros ilícitos, na qual foi condenado mais duas vezes, em 2016 e em 2017

Esse conteúdo também foi checado pela Agência Lupa, pelo Aos Fatos e pelo Boatos.org.

Em resumo, a suposta publicação em rede social atribuída ao ex-ministro José Dirceu com a frase de que o foco “é caçar cada um dos fascistas de direita” não é de sua autoria. O petista nega que tenha escrito a mensagem e ela não foi encontrada em nenhuma de suas redes sociais.  

AFP Brasil