Vídeo mostra Flávio Dino abraçando o governador do Maranhão, não o assassino de Marielle Franco

  • Publicado em 8 de agosto de 2023 às 21:30
  • 4 minutos de leitura
  • Por AFP Brasil
Não é verdade que uma gravação mostre o ministro da Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino (PSB), abraçando o assassino da vereadora Marielle Franco. A sequência circula nas redes sociais junto à alegação falsa desde o início de agosto de 2023, quando foram anunciados avanços na investigação do caso Marielle, e já foi visualizada mais de 40,9 mil vezes. Mas as imagens mostram Dino ao lado do governador do Maranhão, Carlos Brandão (PSB), em uma celebração da vitória de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) nas eleições de 2022.

“O mundo não gira, ele capota. Flávio Dino abraçado com o assassino de Marielle Franco”, diz uma das publicações compartilhadas no Twitter, agora chamado X. A mesma alegação circula no Facebook.

Image
Captura de tela feita em 8 de agosto de 2023 de uma publicação no Twitter, agora chamado X ( .)

No fragmento, Dino é visto usando uma camiseta cinza, na qual está escrito o nome de Lula, e abraçando um homem que usa uma camiseta verde com o número 13 — em referência ao Partido dos Trabalhadores (PT), sigla do presidente.

O conteúdo viral circula desde, pelo menos, 1º de agosto. Cerca de uma semana antes, em 24 de julho, Dino participou de uma coletiva de imprensa, na qual anunciou novos desdobramentos na investigação do assassinato da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes, incluindo a prisão do ex-bombeiro Maxwell Simões Corrêa, suspeito de envolvimento no crime.

Além de Maxwell, outros dois suspeitos de envolvimento no homicídio já haviam sido presos cerca de um ano depois do assassinato: os ex-policiais militares Ronnie Lessa, que teria sido o autor dos disparos, e Élcio de Queiroz.

A pessoa ao lado de Dino na sequência viral, porém, não é nenhum desses homens.

O vídeo compartilhado nas redes contém a logomarca do aplicativo Kwai, assim como o nome de usuário “@Seducarlos”.

Uma busca no perfil desse usuário na rede social localizou o vídeo original, publicado em 1º de novembro de 2022 e no qual se lê a seguinte mensagem sobreposta às imagens: “No Maranhão durante apuração dos votos”.

Um dia antes, em 31 de outubro de 2022, Flávio Dino havia publicado uma fotografia em seu perfil no Instagram usando a mesma camiseta vista no vídeo viral, junto à legenda: “Será que fiquei feliz quando viramos a apuração e vencemos?”.

O segundo turno das eleições presidenciais de 2022, que resultaram na vitória de Lula, foi realizado em 30 de outubro.

Uma pesquisa no Google pelas palavras-chave “Dino comemora eleição Lula” levou a um artigo que continha uma fotografia de Dino usando a mesma camiseta e ao lado do homem visto na sequência viral. O texto é intitulado: “Dino, Brandão e Camarão comemoram votação de Lula no Maranhão”.

Brandão é o sobrenome de Carlos Brandão, atual governador do Maranhão. Ele é o homem que abraça Dino nos conteúdos viralizados.

Em 30 de dezembro de 2022, Brandão também publicou fotos da ocasião em que comemorou a vitória de Lula ao lado de Dino:

Uma pesquisa no Google não trouxe registros que apontassem Brandão como suspeito de envolvimento no crime. O único registro localizado pelo AFP Checamos mencionando o governador e Marielle foi a notícia de que a ministra da Igualdade Racial, Anielle Franco — irmã de Marielle —, participou de um evento ao lado de Brandão em 31 de julho.

Este mesmo vídeo já foi verificado pelo AFP Checamos em outra peça de desinformação, segundo a qual Brandão seria um homem acusado de planejar ataques terroristas em Brasília.

Referências

Há alguma informação que você gostaria que o serviço de checagem da AFP no Brasil verificasse?

Entre em contato conosco