Homem dançando The Jackson 5 em vídeo não é Ilan Goldfajn, mas fã norte-americano

Copyright © AFP 2017-2023. Todos os direitos reservados.

O protagonista dançarino de um vídeo viral não é o economista e presidente eleito do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), Ilan Goldfajn, como assumem publicações. O homem é John Lawless, um norte-americano que em novembro de 2017 foi flagrado se divertindo no show de Janet Jackson, em Nova York. Ele disse à AFP que era a segunda vez que a via e que tinha levado seu filho. Acrescentou, ainda, que é um grande fã da família de músicos e que age assim sempre que escuta Janet e Michael Jackson.

“E o novo Presidente do Banco Interamericano de Desenvolvimento, o brasileiro Ilan Goldfajn, dando um show de dança?”, diz uma publicação no Twitter.

Conteúdo similar circula no Facebook e no Instagram, assim como em espanhol e em inglês.

Captura de tela feita em 29 de novembro de 2022 de uma publicação no Twitter ( .)

Uma busca por palavras-chave no Twitter levou a uma publicação de Ilan Goldfajn, eleito em 20 de novembro de 2022 o novo presidente do BID. Com bom humor, ele negou ser o protagonista do vídeo, em tradução livre do inglês: “Esta é a futura agilidade de um Banco Interamericano de Desenvolvimento reenergizado! Obrigado John Lawless por me emprestar virtualmente seus movimentos de dança reais”.

Novas pesquisas pelo nome apontado por Goldfajn com termos relacionados à família Jackson levaram a artigos reportando sobre a cena em novembro de 2017 (1, 2).

As notícias confirmam tratar-se de John Lawless, um homem de Long Island, Nova York, que foi filmado enquanto dançava ao som da música “I Want You Back”, do grupo The Jackson 5, no início de um show de Janet Jackson.

Ao buscar pelo nome do dançarino no Twitter, a equipe de verificação do AFP Checamos encontrou seu perfil e diversas respostas a fãs elogiando sua empolgação (1, 2, 3).

No fim de 2020, quando o vídeo voltou a viralizar, um usuário interagiu com um comentário se referindo à performance como incrível e perguntando a Lawless se era ele o homem no vídeo. Ele respondeu: “Sim, esse era eu e agradeço muito pelas suas palavras gentis, pelo encorajamento e pelos elogios sobre a minha dança. Estou verdadeiramente abençoado por elas. Espero que, enquanto o vídeo continuar viralizando, inspire outras pessoas a viver a vida ao máximo”.

À AFP, Lawless disse que a cena aconteceu em um show da Janet Jackson no Barclays Center, em 15 de novembro de 2017. Ele contou que foi a segunda vez que a viu ao vivo e que naquela ocasião tinha levado seu filho mais novo.

Sobre o flagra, ele comentou: “Sou um grande fã de toda a família Jackson. Fico sempre assim quando escuto a música de Michael ou Janet Jackson”.

O pai e dançarino acrescentou que, desde 2017, quando o vídeo começou a viralizar, se conectou com pessoas de outros países que ele jamais teria conhecido, e foi convidado, em 2018, para participar de um evento mundial de música disco.

Em uma das vezes que o vídeo viralizou, um homem compartilhou no TikTok um registro que havia feito de Lawless dançando, com a mesma alegria, em um show de Michael Jackson em 2001. Em sua conta na plataforma, o fã da família Jackson respondeu: “Um cavalheiro percebeu por meio deste vídeo que ele tinha me gravado 20 anos atrás dançando em um show do Michael Jackson em 2001 (...). Totalmente inacreditável”.

A própria Janet Jackson também divulgou a dança em suas redes:

Após a conversa com a equipe da AFP no Brasil, Lawless compartilhou um dos tuítes virais comentando que agora está no auge por ter chegado ao Brasil, mas declarou: “Infelizmente estão dizendo que este é o novo presidente do BID celebrando com uma dança”.