Vídeo de pessoas carregando televisões não mostra saques na Argentina, mas no México, em 2017

Copyright © AFP 2017-2022. Todos os direitos reservados.

Um vídeo de nove segundos no qual se vê pessoas carregando televisões e fugindo de um supermercado foi reproduzido mais de 280 mil vezes nas redes sociais desde 30 de julho de 2022, com a alegação de que a cena corresponde a um saque na Argentina. Mas isso é falso: a cena ocorreu no México, em 2017.

“Convulsão Social? ‘Como é bom ter um Presidente’. Diziam que se a esquerda voltasse, tudo iria melhorar. Bolsonaro avisou lá atrás que a iria afundar c/o candidato Lulista. É isso que nós queremos para o Brasil? Venezuela,Argentina…”, dizem publicações compartilhadas no Twitter e Facebook, que têm na legenda emojis da bandeira argentina e incluem o vídeo de uma confusão em um supermercado.

As mensagens circulam também em espanhol

Captura de tela feita em 2 de agosto de 2022 de uma publicação no Twitter ( . / )

A gravação é difundida no momento em que a Argentina reformou seu gabinete e aguarda a posse do “superministro” Sergio Massa, em 3 de agosto de 2022. Ele será responsável pela Economia, Desenvolvimento Produtivo e Agricultura, Pecuária e Pescas e pelas relações com organismos internacionais, bilaterais e multilaterais de crédito.

Origem do vídeo viral

Uma busca reversa por trechos do vídeo por meio da ferramenta InVID-WeVerify* permitiu encontrar uma versão de dois minutos do registro, publicada no canal mexicano Denuncia Leaks no YouTube, em 4 de janeiro de 2017.

De acordo com o título do vídeo, a gravação mostra manifestantes que “saqueiam produtos de um chedraui no âmbito de protestos pelo ‘gasolinazo’”.

Uma nova busca no Google, com as palavras “Chedraui” (comércio mexicano) e “gasolinazo” — termo que faz referência aos protestos pelo aumento dos preços do combustível no país, em 2017, quando Enrique Peña Nieto era presidente —, permitiu encontrar a cobertura do evento feita por veículos como La Jornada, Milenio e Newsweek. Neles, detalha-se que o saque ocorreu no município de Nicolás Romero, no estado do México.

Registros do evento também foram compartilhados e comentados no Twitter em 4 de janeiro de 2017.

No final de 2016, os mexicanos saíram às ruas para protestar contra o aumento de 20% no preço da gasolina. Algumas manifestações culminaram em saques de várias lojas em todo o país, informou a AFP na época.

Tentativas de saque em San Juan, Argentina

Em 30 de julho de 2022, houve tentativas de saques em várias lojas em Rawson, na província argentina de San Juan, conforme relatado por veículos de mídia locais (1, 2) e nacionais (1, 2). Na ocasião, 36 pessoas foram detidas.

O jornal San Juan Telesol também cobriu o caso. Neste vídeo, é possível ver as cenas reais da tentativa de saque e uma descrição da operação policial pelo secretário de Segurança da província, Carlos Munisaga.

Algumas publicações incluem essa gravação acompanhando o vídeo que circula fora de contexto, assim como outra cena real filmada na cidade de San Juan e divulgada na mesma data pela mídia.

*Uma vez instalada a extensão InVid-WeVerify no navegador Chrome, clica-se com o botão direito sobre a imagem e o menu que aparece oferece a possibilidade de pesquisa da mesma em vários buscadores.