Sim, exército foi aclamado nas ruas de Niterói na noite depois do resultado das eleições

Na noite do dia 28 de outubro de 2018, depois do resultado do segundo turno das eleições gerais no Brasil, vídeos em que um veículo do Exército brasileiro é saudado por apoiadores do candidato de extrema-direita eleito, Jair Bolsonaro, começaram a circular nas redes sociais. A informação, que foi posta em dúvida por alguns usuários, é verdadeira.
 

Comparação de imagens de um dos vídeos divulgados nas redes sociais com Google Maps, feita 29 de outubro de 2018Comparação de imagens de um dos vídeos divulgados nas redes sociais com Google Maps, feita 29 de outubro de 2018

O alegado local das imagens é verdadeiro. As imagens foram feitas na rua Miguel de Frias na altura do número 23, no bairro de Icaraí, em Niterói, no estado do Rio de Janeiro. A confirmação do local foi obtida ao se comparar imagens do Google Maps das 3 versões do episódio a que a equipe de checagem da AFP teve acesso. As versões também foram comparadas entre si. Pelo menos 7 veículos do Exército, com soldados uniformizados, cruzaram a rua em meio ao clamor do público.

Comparação de imagens de um dos vídeos divulgados nas redes sociais com Google Maps, feita 29 de outubro de 2018Comparação de imagens de um dos vídeos divulgados nas redes sociais com Google Maps, feita 29 de outubro de 2018
Comparação de dois videos do episódio publicados nas redes sociais, feita 29 de outubro de 2018Comparação de dois videos do episódio publicados nas redes sociais, feita 29 de outubro de 2018

A alegada data do episódio é verdadeira. A equipe de checagem da AFP contatou dois estabelecimentos da rua Miguel de Frias, no ponto onde as imagens foram gravadas. Pessoas trabalhando na padaria e no restaurante confirmaram que uma manifestação de apoio a Bolsonaro ocorreu na rua e imediações entre 19h30 e 00h30. A proximidade do horário em que distintas versões dos vídeos registrando a presença do Exército no evento começaram a aparecer nas redes sociais também evidencia que os mesmos foram feitos no mesmo momento, a partir das 20h30.

A AFP contatou a assessoria de imprensa do Exército brasileiro para verificar a ocorrência de uma parada militar. Um porta-voz das Forças Armadas disse que não houve qualquer planejamento de parada militar naquele dia. Declarou que as tropas estavam em uma missão de Garantia da Votação e Apuração (GVA) para manter a ordem do pleito e no momento em que passaram pela praia de Icaraí, estavam retornando a um quartel em Niterói.

Capitão do Exército na reserva, Bolsonaro ganhou as eleições para presidente no segundo turno, tendo como vice da chapa um general do Exército. Obteve 55,12% dos votos válidos contra 44,87% do candidato do Partido dos Trabalhadores, Fernando Haddad. O Partido Social Liberal  (PSL), agremiação do político de extrema-direita, possui diversos militares e policiais em seus quadros e alguns deles saíram vitoriosos das eleições gerais de outubro de 2018.

Na nova conformação do congresso, 31 deputados e 4 senadores são ou eram militares ou policiais. Em 2014, eles somavam 18.

As instituições mais confiáveis para os brasileiros são os bombeiros, igrejas, a Polícia Federal e as Forças Armadas, segundo levantamento feito pelo Ibope em outubro.

AFP Brasil