É montagem a foto de um homem com tatuagem do ex-presidente Lula e tornozeleira eletrônica

Copyright © AFP 2017-2022. Todos os direitos reservados.

Uma foto de um homem com uma tatuagem do rosto do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) na mesma perna em que supostamente usa uma tornozeleira eletrônica foi compartilhada mais de mil vezes em redes sociais desde meados de setembro deste ano. Trata-se, no entanto, de uma montagem: o dispositivo de monitoramento foi incluído digitalmente no registro.

“Perfeita a sintonia a sincronicidade entre o eleitor e o seu candidato. Esta é uma imagem que fala mais do que mil palavras”, diz texto que acompanha a foto em publicações no Facebook (1, 2, 3), Instagram (1, 2, 3) e Twitter.

O conteúdo já havia circulado no início de setembro de 2018, quando Lula ainda era o candidato do PT para as eleições presidenciais daquele ano, apesar de estar preso na Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba, acusado dos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro.

No dia 11 do mesmo mês, Lula foi substituído por Fernando Haddad na disputa presidencial. Em 8 de novembro de 2019, o ex-presidente deixou a prisão, após 19 meses encarcerado.

Captura de tela feita em 27 de outubro de 2020 de uma publicação no Facebook

Uma busca reversa pela foto viralizada no portal TinEye indica, contudo, que ela foi alterada digitalmente.

No registro mais antigo localizado pelo buscador, com data de 9 de janeiro de 2018, o homem fotografado não usa uma tornozeleira eletrônica.

O link da publicação localizada pelo TinEye não está mais disponível, mas na prévia da imagem exibida no buscador é possível identificar a marca d’água de um usuário chamado @nacaoconservadora.

Captura de tela feita em 27 de outubro de 2020 do portal TinEye

Uma busca no Instagram por esse nome permite localizar a publicação original da foto, feita também em 9 de janeiro de 2018.

Na legenda, o perfil que apoiava a candidatura de Jair Bolsonaro ao Palácio do Planalto em 2018, parece criticar o fato do homem ter uma tatuagem em homenagem ao petista: “A demência não tem limites”, diz o texto.

Além da imagem sem a tornozeleira eletrônica ter sido publicada antes da viralizada, também é possível concluir que se trata do registro original já que esta primeira foto capta mais detalhes do ambiente do que a compartilhada nas redes, como destacado abaixo:

Comparação feita em 27 de outubro de 2020 entre montagem publicada no Facebook (esquerda) e imagem publicada no Instagram (direita)

Esse conteúdo também foi checado pela Agência Lupa.

Em resumo, é falsa a imagem viralizada de um homem com tatuagem do rosto do ex-presidente Lula na mesma perna em que possui uma tornozeleira eletrônica. Na foto original não há o dispositivo de monitoramento utilizado eventualmente durante o processo penal.