É falso que foto de manifestação contra Bolsonaro já tivesse sido publicada em site em 2016

Copyright © AFP 2017-2021. Todos os direitos reservados.

Postagens afirmando que um registro feito no ato de 29 de maio de 2021 contra o presidente Jair Bolsonaro em São Paulo datava, na verdade, de 2016 foram compartilhadas mais de 1,9 mil vezes nas redes sociais desde o último dia 30 de maio. Mas a captura de tela de um site usada como prova foi digitalmente alterada. Ao acessar o portal, vê-se a foto de 2016, que não corresponde à imagem viralizada após os recentes protestos.

“Genteee a esquerda está divulgando essa foto da manifestação de ontem, mas essa imagem é de 2016. Alguém surpreso com mais uma mentira dele? Kkkkk”, indica a legenda de uma das publicações, que circularam no Facebook (1, 2, 3), no Twitter (1, 2) e no Instagram (1, 2).

Segundo as postagens, a imagem que estaria circulando nas redes associada aos atos realizados no último dia 29 de maio contra o presidente Bolsonaro e a sua gestão no enfrentamento à covid-19 foi encontrada em um portal com a data de 18 de março de 2016.

Captura de tela feita em 31 de maio de 2021 de uma publicação no Facebook

Uma busca exata no Google pelo título da matéria visto nas publicações viralizadas - “Atos em defesa do governo mostram força e poupam ajustes do PT” - levou à matéria publicada no site Esquerda Diário em 18 de março de 2016. 

Contudo, a foto vista nas postagens virais não é a mesma que está no portal em questão, indicando que a captura de tela viralizada do site foi digitalmente alterada para conter a foto atual como se fosse antiga.

Embora as imagens mostrem a Avenida Paulista e o Museu de Arte de São Paulo (Masp) tratam-se de protestos distintos. Abaixo, pode-se notar, por exemplo, que a foto à esquerda é feita a partir de um ângulo diferente da vista à direita.

Comparação feita em 31 de maio de 2021 entre a captura de tela do site Esquerda Diário (à esquerda) e de uma postagem no Facebook

Uma pesquisa no site Wayback Machine, que salva versões anteriores de páginas na internet, mostra que uma versão salva em janeiro de 2019, por exemplo, já continha a foto em que o Masp é visto do lado esquerdo, não do direito, como no registro que viralizou dos atos de 2021.

Uma busca reversa pela foto que ilustra o texto do site Esquerda Diário leva a publicações feitas na página oficial de Lula no Facebook, com o crédito para Paulo Pinto da Agência PT, e na conta do Partido dos Trabalhadores (PT) no Twitter com data de 18 de março de 2016.

Nessa data, milhares de pessoas se manifestaram em várias cidades, entre elas São Paulo, em apoio à então presidente Dilma Rousseff e a Lula. “Não ao golpe!”, bradavam os presentes, em alusão ao processo de impeachment de Dilma, que já era discutido no Congresso.

Ato de 2021

A imagem que circula nas redes como se tivesse sido publicada desde 2016 foi, na verdade, registrada durante o ato de 29 de maio de 2021.

Uma busca reversa pela fotografia não levou a resultados anteriores à data da manifestação ocorrida em várias cidades brasileiras contra o presidente Jair Bolsonaro. 

Um vídeo publicado na conta do Instagram do coletivo Mídia Ninja no mesmo ângulo da foto viralizada e atribuída ao ano de 2016 permite identificar alguns elementos, como faixas com os dizeres “Fora Bolsonaro”, que mostram que se trata de um registro atual. 

Um deles é o boneco inflável do presidente Jair Bolsonaro, que não se vê na foto do ato de 2016. Na imagem abaixo feita pelo fotógrafo da AFP Nelson Almeida é possível conferir a representação.

Manifestantes participam de ato contra o presidente Jair Bolsonaro em São Paulo, em 29 de maio de 2021 (Nelson Almeida / AFP)

Em março de 2016, Jair Bolsonaro sequer era candidato à Presidência da República, o que foi oficializado mais de dois anos depois, em julho de 2018.

Conteúdo semelhante foi verificado pela equipe do Boatos.org e do Aos Fatos.