É montagem o vídeo de um show de Gusttavo Lima com gritos de “Fora, Bolsonaro”

Copyright © AFP 2017-2022. Todos os direitos reservados.

Um vídeo de um show de Gusttavo Lima em que a plateia grita “Fora, Bolsonaro” foi visualizado mais de 72 mil vezes nas redes sociais desde 5 de março de 2022. No entanto, o registro foi manipulado digitalmente. Em gravações do mesmo momento da apresentação do cantor sertanejo em Lisboa é possível ouvir um coro de “embaixador”, apelido de Lima. A assessoria do artista confirmou à AFP que a sequência viralizada é uma montagem. 

“Lisboa grita Fora Bolsonaro durante show de Gustavo Lima. De arrepiar @gusttavolima”, diz a mensagem no vídeo compartilhado no Twitter (1, 2), no Facebook (1, 2) e no Instagram

“Simpatizante do presidente genocida, Gusttavo Lima foi surpreendido no seu próprio show em Lisboa”, disse a deputada federal Fernanda Melchionna (PSOL) ao compartilhar a gravação que também circulou em sites (1, 2, 3). 

Captura de tela feita em 8 de março de 2022 de uma publicação no Twitter ( . / )

Uma busca no Google por imagens do show mostra que o vídeo circula com outro áudio desde 4 de março de 2022, mesmo dia da apresentação de Gusttavo Lima em Lisboa. 

Nesse registro, em vez de "Fora, Bolsonaro", ouve-se um coro de "embaixador", apelido de Lima após ter recebido esse título na Festa do Peão em Barretos, São Paulo. 

Outros registros (1, 2, 3, 4) do show na capital portuguesa mostram o mesmo momento da apresentação, de diferentes ângulos. Em todos eles, o público grita "embaixador", e não "Fora, Bolsonaro".

Em 7 de março de 2022, Lima publicou em seu Twitter o vídeo que viralizou, mas com o áudio original:

O músico também usou a rede social para pedir que não fizessem montagens com seus vídeos. 

Em nota, a assessoria de imprensa de Lima afirmou ao Checamos que “o vídeo original foi claramente editado”. 

“As imagens e o áudio do original mostram o público ovacionando o artista com gritos ‘O Embaixador’. Em nenhum dos shows do artista no exterior houve qualquer manifestação política contra ou a favor ao atual Governo”, completou.