Mohamed Salah comemora depois de marcar o quinto gol do Liverpool contra o Manchester United, no estádio Old Trafford, Manchester, na Inglaterra, em 24 de outubro de 2021 ( AFP / Oli Scarff)

Não há registro de declaração do jogador Mohamed Salah sobre três gols dedicados a Bolsonaro

Copyright © AFP 2017-2021. Todos os direitos reservados.

Publicações compartilhadas mais de 700 vezes nas redes sociais ao menos desde 26 de outubro passado afirmam que o jogador Mohamed Salah, atacante do time inglês Liverpool, teria dedicado três gols feitos em partida contra o Manchester United no dia 24 ao presidente Jair Bolsonaro. Contudo, o AFP Checamos não encontrou qualquer registro da declaração nas redes sociais do jogador, e o jornalista a quem a informação é creditada se referiu às publicações como “fake”.

“Após marcar 3 gols no domingo no clássico contra o Manchester United, o atacante egípcio, Mohamed Salah deu uma entrevista dedicando os 3 gols ao Presidente Jair Bolsonaro”, dizem publicações compartilhadas no Facebook (1, 2, 3) e no Twitter (1, 2).

De acordo com as mensagens, ele teria declarado: “É um grande homem, Firmino, Alisson e Fabinho me falam muito sobre ele. Para ele (Bolsonaro) todos os dias dar o sangue para ajudar uma nação que o odeia sem motivo nenhum, ele tem que ser muito forte mentalmente, e isso me inspira”.

Captura de tela feita em 28 de outubro de 2021 de uma publicação no Facebook ( . / )

As publicações fazem referência à partida do Liverpool, time de Mohamed Salah, contra o Manchester United pela Premier League, em 24 de outubro. Na ocasião, Salah marcou 3 dos 5 gols no time adversário.

Usuários citam como fonte da entrevista o jornalista Jorge Nicola - embora as publicações creditem seu nome incorretamente, com um “s” que não existe em “Nicola”. 

Contudo, o Checamos não encontrou registro de qualquer declaração ou entrevista de Salah no blog do jornalista ou em suas contas no Instagram, no Facebook, no YouTube e no Twitter, onde a última menção a “Salah” foi feita em 2017. Em resposta ao Checamos sobre o caso, Nicola afirmou, por meio de sua equipe, desconhecer as declarações, que classificou como “fake”.

Uma busca nas redes de Salah tampouco mostrou resultados compatíveis com a alegação. No Twitter e no Instagram, há apenas uma publicação feita após o dia 24 de outubro, quando aconteceu a partida, e nenhuma das duas faz menção a Bolsonaro. Já na conta oficial do jogador no Facebook, a última publicação é de 18 de setembro.

Uma pesquisa pelas palavras-chave “Mohamed Salah Bolsonaro” no motor de buscas do Google também não levou a resultados referentes à suposta declaração do jogador sobre gols dedicados ao presidente do Brasil.

Essa alegação também foi verificada pela Lupa, Boatos.org e Estadão Verifica.