Pessoas participam de ato contra o presidente Jair Bolsonaro no Dia da Independência, em São Paulo, em 7 de setembro de 2021 ( AFP / Nelson Almeida)

Vídeo de ato contra Bolsonaro compartilhado como se fosse de 12 de setembro é, na verdade, do dia 7

Copyright © AFP 2017-2021. Todos os direitos reservados.

Uma sequência em que se vê uma grande faixa com a frase “Fora Bolsonaro” e ouve-se um homem dizendo ao fundo, de forma irônica, “é muita gente, é de impressionar”, foi compartilhada mais de 38,6 mil vezes nas redes sociais desde o último 12 de setembro, quando aconteceram protestos contra o presidente Jair Bolsonaro em todo o país. Mas o vídeo é, na realidade, do dia 7 de setembro, quando ocorreu o ato “Grito dos Excluídos” no Vale do Anhangabaú, em São Paulo.

“Agora Bolsonaro cai… Na gargalhada!”, diziam as legendas das publicações com o vídeo, visualizado mais de um milhão de vezes e amplamente compartilhado no Facebook (1, 2, 3), no Instagram (1, 2, 3) e no Twitter (1, 2, 3) desde 12 de setembro de 2021, quando ocorreram manifestações em diversas cidades do país pedindo a saída de Bolsonaro da Presidência.

Na gravação, a pessoa que filma a organização do ato, aparentemente a partir de um helicóptero, diz: “Manifestação da esquerda em São Paulo pedindo ‘Fora Bolsonaro’. É muita gente, é de impressionar, olha… Pelo amor de Deus, chora petralhada”.

As postagens não especificam quando a manifestação teria ocorrido, embora citem que “agora” o presidente deixaria o cargo.

Captura de tela feita em 13 de setembro de 2021 de uma publicação no Facebook ( . / )

Nos comentários das publicações, usuários demonstraram acreditar se tratar de uma gravação dos protestos do dia 12 de setembro: “Segundo o fantastico [programa da Rede Globo] neste domingo 12 de setembro tem 200 milhões de pessoas nesta manifestação contra o presidente...” e “Agora. Bolsonaro sai... A população em peso foi para rua”.

Mas uma busca mostrou que esse mesmo vídeo já havia circulado em 7 de setembro de 2021, quando milhares de pessoas foram às ruas em manifestações pró e contra o governo.

Sequência de 7 de setembro

Uma pesquisa na ferramenta TweetDeck apenas por tuítes que contivessem vídeos e fossem anteriores a 12 de setembro levou a duas publicações na rede, datadas de 7 de setembro (1, 2) de 2021.

No vídeo viralizado pode-se observar uma bandeira escrita “PCO”, sigla do Partido da Causa Operária. Uma consulta à conta do Twitter do PCO confirma que a legenda participou de um ato contra Bolsonaro realizado no Dia da Independência do Brasil em São Paulo.

Uma imagem feita pelo fotógrafo da AFP Nelson Almeida no ato em São Paulo em 7 de setembro permite observar detalhes semelhantes aos vistos no vídeo viralizado como se fosse de um protesto em 12 de setembro de 2021, como a faixa com a frase “Fora Bolsonaro” e uma bandeira verde e amarela.

Comparação feita em 13 de setembro de 2021 de uma publicação no Facebook (E) e a foto registrada em São Paulo pelo fotógrafo da AFP Nelson Almeida em 7 de setembro de 2021 ( . / )

Uma matéria publicada no site Diário Causa Operária, ligado ao PCO, informa, inclusive, que o partido convocou uma das manifestações do 7 de setembro, após o governador de São Paulo, João Doria, indicar que vetaria a realização do ato no local. 

No mesmo site foi divulgado, por sua vez, um texto criticando as manifestações convocadas para o último dia 12 de setembro sob o título: “Dia 12, um ato da Folha, da Globo e do PSDB”.

No subtítulo ainda era afirmado: “Massa cheirosa promoverá ato em prol da 3º via neste dia 12/09 e pretende contar com o apoio da esquerda”, reforçando a não participação do partido nesses atos. 

Na conta do Twitter do Diário da Causa Operária também há uma série de registros (1, 2, 3) feitos em 7 de setembro de 2021 que permitem identificar elementos vistos no vídeo viralizado e associado aos atos de 12 de setembro, como os prédios ao fundo e o ponto em que o carro de som está parado.

Assim como citado anteriormente, nesta outra fotografia registrada por Nelson Almeida, da AFP, vê-se os mesmos edifícios.

Comparação feita em 13 de setembro de 2021 de uma publicação no Facebook (E) e a foto registrada em São Paulo pelo fotógrafo da AFP Nelson Almeida em 7 de setembro de 2021 ( . / )

Diferentemente do que é visto no vídeo viralizado, outras imagens registradas no próprio dia 7 de setembro mostram a manifestação contra o presidente mais cheia.