( . / )

O vídeo de uma enorme Lua cruzando o céu é uma criação feita em computador

Copyright © AFP 2017-2021. Todos os direitos reservados.

Uma gravação que mostra uma gigantesca Lua se movendo no céu e escondendo o Sol por alguns segundos foi compartilhada mais de 256 mil vezes nas redes sociais ao menos desde o último dia 26 de maio. Usuários asseguram que se trata de um fenômeno registrado no Ártico, entre a Rússia e o Canadá. Mas isso é falso: o vídeo foi criado por um artista digital usando imagens geradas por computador.

“No Ártico entre Rússia e o Canadá a Lua fez um trajeto de 30 segundos bloqueando o Sol por 5 segundos. Olhem que espetáculo simplesmente maravilhoso!”, indica a legenda de uma das publicações compartilhadas no Facebook (1, 2, 3).

Visualizado mais de 5,6 milhões de vezes, o vídeo, com aproximadamente 30 segundos de duração e que mostra uma lua gigantesca que se eleva no horizonte para cruzar o céu antes de voltar a se esconder, também circulou no Twitter (1, 2, 3), no Instagram (1, 2, 3) e no YouTube (1, 2), assim como em espanhol

A mesma gravação foi enviada ao WhatsApp do AFP Checamos para verificação.

Captura de tela feita em 1º de setembro de 2021 de uma publicação no Twitter ( . / )

Durante o seu percurso, a Lua parece tapar o Sol por alguns segundos, deixando o ambiente completamente escuro, o que foi chamado por alguns usuários nas redes sociais em espanhol de um “eclipse lunar” (1, 2).

O primeiro eclipse lunar total em dois anos foi observado em 26 de maio de 2021. O fenômeno aconteceu ao mesmo tempo em que a Lua estava o mais próximo possível da Terra, o que os astrônomos asseguram ocorrer uma vez a cada dez anos.

O vídeo não corresponde, no entanto, a esse evento astronômico nem a nenhum outro visto na Terra.

Diferentes buscas por palavras-chave no Google e no Twitter levaram a um mesmo vídeo, publicado em 17 de maio de 2021 na conta do usuário Aleksey Patrev no TikTok.

Em seus portfólios disponíveis online, Patrev se descreve como um artista visual residente em Odessa, na Ucrânia, e cita as ferramentas que utiliza para as suas criações, como Autodesk 3Ds Max, Adobe After Effects, Adobe Photoshop, V-Ray e Corona Renderer.

A equipe de checagem da AFP entrou em contato com Patrev sobre o vídeo viralizado, e o artista confirmou que o material é de sua autoria.

Abaixo, uma comparação entre a captura de tela de uma publicação viralizada no Twitter e a da sequência original encontrada na conta de Patrev no TikTok - que, na realidade, se tratava de uma simulação de um eclipse solar

Comparação feita em 1º de setembro de 2021 entre uma publicação do Facebook (E) e o vídeo na conta do TikTok de Patrev ( . / )

Outros vídeos publicados desde 14 de maio de 2021 na conta de Patrev no TikTok têm como tema central o universo e, especificamente, a Lua.

Um deles, com data de 26 de maio de 2021 e disponível também em seu canal no YouTube, mostra uma criação feita digitalmente na qual é simulada a destruição do satélite.

De acordo com a Administração Nacional da Aeronáutica e Espaço (Nasa, na sigla em inglês) dos Estados Unidos, a cada órbita de 27 dias a Lua alcança o seu perigeu, ou seja, o ponto mais próximo da Terra, de em média 363.300 quilômetros de distância.

“Em seu ponto mais próximo, a Lua cheia parece 17% maior e 30% mais brilhante do que a Lua mais fraca do ano, que acontece quando está mais distante da Terra”, detalha a agência norte-americana.