Foto de corredores abraçados não mostra Abel Mutai e Iván Fernández, mas Mo Farah e Galen Rupp

Copyright © AFP 2017-2021. Todos os direitos reservados.

Uma foto acompanhada de legendas que contam uma história envolvendo os corredores Abel Mutai, do Quênia, e o espanhol Iván Fernández circula nas redes sociais ao menos desde o início de 2021. As publicações, com mais de 96 mil compartilhamentos em vários idiomas, contam que Fernández, em uma prova de corrida, se recusou a ultrapassar Mutai, que havia se confundido próximo à linha de chegada. A foto que ilustra a história, porém, mostra os corredores Mohamed Farah, do Reino Unido, e o norte-americano Galen Rupp em comemoração após a prova de 10 mil metros rasos nos Jogos Olímpicos de Londres em 4 de agosto de 2012. O episódio relatado nas postagens aconteceu em 2 de dezembro do mesmo ano na Espanha.

“O corredor queniano Abel Mutai estava a poucos metros da linha de chegada, mas confundiu-se com os sinais e parou, pensando que tinha terminado a corrida. Ivan Fernandez, (que fala espanhol) estava mesmo atrás dele e, percebendo o que estava a acontecer, começou a gritar para o queniano continuar a correr. Mutai não sabia espanhol e não entendia. Percebendo o que estava a acontecer, Fernandez levou Mutai para a vitória”, dizem as publicações no Facebook (1, 2) e no Instagram.

A declaração também circulou em inglês (1, 2), espanhol (1, 2), italiano e alemão.

Captura de tela feita em 28 de julho de 2021 de uma publicação no Facebook

 

Olimpíada de Londres 2012

A partir de um busca reversa, usando a extensão InVID-WeVerify*, a equipe de checagem da AFP chegou até esta página que credita a imagem viral ao fotógrafo Michael Steele, da Getty Images Europe.

Captura de tela feita em 27 de julho de 2021 da foto publicada na plataforma da Getty Images

A legenda da foto no banco de imagens detalha que ela foi tirada em 4 de agosto de 2012 nos Jogos Olímpicos de Londres.

A imagem mostra o corredor britânico Mohamed Farah e o norte-americano Galen Rupp comemorando após ganharem o primeiro e o segundo lugar, respectivamente, na prova masculina de 10 mil metros rasos.

A AFP cobriu o mesmo evento e retratou em diversas imagens a cena entre Farah e Rupp:

O britânico Mohamed Farah (D) celebra em frente ao norte-americano Galen Rupp, ao ganhar a final masculina dos 10 mil metros nos Jogos Olímpicos de Londres, em 4 de agosto de 2012 ( AFP / Olivier Morin)
O britânico Mohamed Farah (D) celebra com o segundo colocado, o norte-americano Galen Rupp, após ganharem a final masculina dos 10 mil metros nos Jogos Olímpicos de Londres, em 4 de agosto de 2012 ( AFP / Olivier Morin)

 

 

A história de Abel Mutai e Iván Fernández

Meses após os Jogos Olímpicos de Londres, em 2 de dezembro de 2012, na competição de cross country na cidade de Burlada, na região de Navarra, na Espanha, ocorreu o episódio descrito nas publicações virais.

O corredor queniano Abel Mutai ⎼ medalhista de bronze na prova masculina de 3.000 metros rasos na Olimpíada de 2012 ⎼ acreditou que já havia terminado a prova e parou de correr metros antes da linha de chegada. O espanhol Iván Fernández, que vinha logo atrás, ao invés de ultrapassá-lo, indicou a linha ao colega, ajudando-o a vencer a prova.

O episódio, que viralizou na época, é descrito por uma reportagem do jornal espanhol El País, que o próprio Fernández deixou salva em seu perfil no Instagram. Na rede social, o corredor também relembrou o fato em 2 de dezembro de 2020, quando compartilhou uma foto da prova:

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Ivan Fernandez Anaya (@ivanfernandezan)

“Hoje essa corrida completa 8 anos. Todo 2 de dezembro é especial para mim. Obrigado a todos por repercutirem isso. Serei eternamente grato a vocês. Dia feliz. #esporte #valores”, disse o jogador na legenda da imagem, em tradução livre do espanhol.

*Uma vez instalada a extensão InVid-WeVerify no navegador Chrome, clica-se com o botão direito sobre a imagem e o menu que aparece oferece a possibilidade de pesquisa da mesma em vários buscadores.