Toyota anunciou o fechamento de fábrica em São Bernardo do Campo em abril de 2022

Copyright © AFP 2017-2023. Todos os direitos reservados.

Uma matéria da CNN sobre o fechamento de uma fábrica da Toyota no município de São Bernardo do Campo, em São Paulo, foi compartilhada milhares de vezes como se tivesse sido veiculada em 7 de janeiro de 2023, após a posse do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). No entanto, a reportagem foi exibida em 6 de abril de 2022. No vídeo original, o repórter explica que a fábrica irá fechar, mas as operações serão transferidas para três cidades do interior de São Paulo e os funcionários poderão manter seus empregos nas novas unidades.

“Toyota anuncia fechamento de fábrica no ABC Paulista. Mais empresas devem sair do Brasil devido a economia incerta no país”, diz o texto sobreposto ao vídeo, compartilhado mais de 20 mil vezes no Facebook, no Twitter e no Kwai. No rodapé da imagem aparece a data “07/01/2023”.

A gravação mostra uma matéria da CNN sobre o fechamento de uma fábrica da Toyota em São Bernardo do Campo. O repórter Renan Fiuza conta que a medida busca melhorar a “sinergia entre as unidades da empresa” e “aumentar a produtividade”.

Captura de tela feita em 12 de janeiro de 2023 de publicação no Facebook ( .)

O conteúdo começou a circular seis dias após a posse do presidente Lula e, nas redes, os usuários associam o fechamento da fábrica à chegada do novo governo.

“Faz um L bem grandão viu pessoal . Eu acho que estão fudendo o Brasil com essa o política e olha que estamos no início do ano . Desemprego batendo em suas casas . Faz o L”, lê-se em um comentário em uma das publicações, fazendo referência ao símbolo usado por apoiadores do mandatário.

Por meio de uma busca pelas palavras-chave “Fechamento da Toyota CNN”, o AFP Checamos localizou o vídeo original, publicado no canal da CNN Brasil no YouTube.

A matéria, na verdade, foi veiculada em 6 de abril de 2022, e não em janeiro de 2023.

O vídeo viral foi cortado antes de Fiuza explicar que a operação da fábrica seria transferida gradualmente de São Bernardo do Campo para três cidades do interior de São Paulo: Sorocaba, Indaiatuba e Porto Feliz. Portanto, a empresa não irá sair do país.

O repórter esclarece que essa transferência deve ser concluída em 2023 e que os funcionários terão a opção de manter seus empregos nas unidades do interior.

Em 12 de janeiro de 2023, o jornal Diário do Grande ABC noticiou que o encerramento das atividades da fábrica de São Bernardo deve ser concluído em março deste ano e que 200 dos 550 funcionários serão realocados nas fábricas do interior. O restante poderá aderir ao Programa de Demissão Voluntária da empresa.